RENOVA INICIA CONSTRUÇÃO DE ENSECADEIRA NO RIO PEQUENO, EM LINHARES

Análises de estabilidade apontaram riscos estruturais no barramento, entre o rio Pequeno e a lagoa Juparanã; obras da primeira etapa do descomissionamento já começaram

RedaçãoA primeira de duas etapas das obras de descomissionamento do barramento do rio Pequeno, em Linhares, começou. Iniciada no dia 26 de setembro, está sendo construída a base para a instalação de uma ensecadeira na parte jusante (abaixo) do atual barramento. A duração prevista total é de 32 dias.

ensecadeira é uma estrutura provisória para impedir o contato das águas do rio Doce com a lagoa Juparanã. Caso seja necessário, a ensecadeira será alteada (elevada).

Análises de estabilidade apontaram riscos estruturais no barramento entre o rio Pequeno e a lagoa Juparanã, que foi construído  de forma emergencial logo após o rompimento da barragem de Fundão, cumprindo uma decisão liminar de 2015. Apesar de temporário, o barramento permaneceu instalado, por força de uma sentença proferida pelo Juiz de Linhares, à época competente para o julgamento da ação

A Fundação Renova informa que, das 33 famílias que residiam na avenida Beira-Rio em março deste ano, 4 permanecem em suas casas e 29 estão em moradias provisórias.

O barramento de Linhares é monitorado diariamente, seguindo procedimentos de segurança e contingência. Além dos monitoramentos hidrométricos, realizados na região e em sete pontos da bacia do rio São José e na lagoa Juparanã, é realizado um checklist diário da estrutura do barramento e o monitoramento complementar a laser.

A atuação da Fundação Renova para garantir a segurança do barramento e das famílias em seu entorno é realizada por profissionais das áreas de Infraestrutura, Engenharia, Diálogo, Saúde, Proteção Social, Meio Ambiente, Segurança e Contingência.

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *