Programa de Monitoramento aponta resultados positivos na saúde e educação de Fabriciano

FABRICIANO – A prefeitura de Coronel Fabriciano desde junho de 2018 adotou um importante instrumento de acompanhamento de gestão que monitora o desempenho dos serviços públicos, demandas sociais, comunicação, aprovação e confiança do governo. Trata-se do PDL – Programa de Monitoramento e Desempenho Longitudinal, realizado periodicamente por meio de pesquisa de opinião junto aos usuários dos serviços públicos.

O monitoramento é uma ferramenta de gestão de pessoas que visa analisar o desempenho individual ou de um grupo de funcionários da administração pública diante da ótica do cidadão. Após a aplicação da pesquisa os resultados são classificados em ranking, tanto do servidor envolvido no serviço avaliado, quanto entre as secretarias, capazes de assegurar a comparabilidade e desempenho da gestão durante o período, possibilitando realizar ajustes e ações tanto administrativas quanto políticas.

Durante o segundo semestre de 2018 foram realizadas quatro pesquisas de avaliação, sendo: Saúde e Educação em profundidade, comunicação e de mais 14 serviços, tais como: Coleta de lixo, Iluminação pública, transporte urbano, assistência social, atendimento dos servidores, limpeza das ruas e bairros, comunicação, obras públicas, segurança pública, esporte, meio ambiente, cultura e lazer, estradas rurais, entre outros.

A pesquisa de saúde realizada entre julho e agosto, teve como foco os usuários das 15 Unidades Básicas de Saúde (UBS), cujas entrevistas foram realizadas in loco em cada unidade após o atendimento. Foram avaliados 20 tipos de serviços prestados, que perpassa desde o atendimento médico até a limpeza das unidades.

Resultados

O maior fluxo nas UBS são os usuários que realizam consultas médicas (37%), farmácia (13%) e vacinação (12%), os quais totalizam 62% dos demais atendimentos realizados. Outro ponto importante identificado pela pesquisa é o alto índice de usuários encontrados nas UBS que possuem plano médico (25%), bem como os que declaram que já tiveram plano médico (30%). 90% dos usuários consultados receberam receituários, dos quais 64% alegam ter encontrado a maior parte dos medicamentos e 71% receberam pedidos para exames especializados.

Outro dado importante foi o aumento de consultas médicas. 79% dos usuários das UBS´s, de janeiro a agosto, tiveram acesso de uma a cinco consultas médicas consecutivas, o que corresponde uma consulta a cada 45 dias. Isso se deve a reestruturação realizada na saúde com a contratação de mais de 100 médicos durantes os dois anos de mandato. Algumas anomalias também foram identificadas. 56% dos entrevistados declararam não terem recebidos as visitas dos Agentes Comunitários de Saúde em suas casas (ACS) durante o primeiro semestre desse ano.

O Pronto Atendimento do Hospital Dr. José Maria Morais também foi avaliado. 49% dos usuários das UBS´s já utilizaram o serviço do Pronto Atendimento do hospital, os quais 64% classificaram o atendimento como ótimo e bom, 15% regular e 21% ruim e péssimo. De modo geral os usuários das UBS´s de Coronel Fabriciano declaram um nível de satisfação de 81% entre ótimo e bom, 15% regular e apenas 3% como ruim e péssimo. Considerando a grande crise que os municípios estão enfrentando, principalmente na área de saúde, a pesquisa demonstrou um alto índice de avalição positiva.

Educação

Já os pais de alunos das 15 escolas municipais de Coronel Fabriciano, declaram um nível de satisfação de 84% entre ótimo e bom. Isso se deve a adoção do sistema de ensino Positivo implantando em agosto de 2017. A avaliação do sistema pelos pais de alunos obteve um índice de aprovação de 91% entre ótimo e bom, cujo índice foi elevado principalmente no quesito material didático. A entrega de uniformes obteve um índice que chega a totalidade, com 97% de ótimo e bom, seguido de 70% de ótimo e bom no quesito merenda escolar; índice menor se comparado aos índices do material didático e uniformes. 61% dos pais de alunos consideraram as mudanças que foram feitas na educação pelo atual governo, estão melhores que antes.

Todos esses índices foram ranqueados por serviços e escolas, o que permitiu identificar a razão pela qual determinada escola foi melhor avaliada em relação as outras. Como exemplo, a merenda da escola que obteve a pior avaliação, deve-se ao repetitivo cardápio oferecido aos alunos, diferentemente da melhor avaliada, que alternava as opções da merenda durante a semana.

Avaliação do executivo

Em relação à avaliação do atual o Prefeito de Coronel Fabriciano Dr. Marcos Vinicius, os pais de alunos declaram um nível de satisfação de 71% entre ótimo (11%), bom (45%) e regular positivo (20%). 17% avaliaram a gestão negativamente, entre regular negativo (7%), ruim (4%) e péssimo (6%).

É por meio desse sistema moderno de avaliação que os gestores de Coronel Fabriciano analisam o comportamento dos seus funcionários para identificar pontos fortes e pontos a desenvolver, sendo possível, traçar planos de desenvolvimento focados nos gaps identificados. Vale ressaltar que após o monitoramento, o usuário avaliado precisa saber as conclusões do avaliador. Todos os profissionais precisam receber feedback a respeito de seu desempenho para saber como está indo seu trabalho, como ocorreu recentemente com 260 servidores das UBS´s, os quais conheceram qual foi a sua colocação no ranking em relação a cada serviço.

As pesquisas foram realizadas pela LRICO Consultoria entre junho a dezembro de 2018, as quais totalizaram 2.481 entrevistas, com índice de confiança de 95% e margem de erro de 4%, por meio de amostras probabilística e não probabilística.

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *