Nova Mesa Diretora da ALMG com muitos desafios: situação financeira do estado e o luto de Brumadinho

BELO HORIZONTE – Em chapa única, foi eleita nesta sexta-feira (1º/2/19) a Mesa da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) para o primeiro biênio da 19ª Legislatura (2019-2023). O deputado Agostinho Patrus (PV), que assumiu seu quarto mandato como deputado estadual, é o presidente do Parlamento mineiro para o período de 2019-2021. A Mesa foi eleita pelo voto aberto, pela terceira vez consecutiva.

Logo após a eleição, o presidente Agostinho Patrus iniciou seu primeiro discurso lembrando o rompimento da barragem da empresa Vale no município de Brumadinho (Região Metropolitana de Belo Horizonte), que causou centenas de mortes e grande devastação. Ele assumiu o compromisso de trabalhar para evitar que isso se repita.

O novo presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), deputado Agostinho Patrus (PV), disse que os projetos de lei em fase avançada de tramitação, interrompida pelo recesso parlamentar, terão prioridade no início da 19ª Legislatura. Um deles, citado pelo presidente, é o PL 3.676/16, de autoria da Comissão Extraordinária das Barragens.

A Assembleia inicia esta legislatura sob o signo do luto, solidária no sofrimento dos atingidos e perfilada com outros órgãos de fiscalização e controle – dos três níveis federativos – na tarefa de trabalhar para que eventos devastadores como este não se repitam. É o que a sociedade espera de nós. É o compromisso que temos com ela”, afirmou.

A difícil situação financeira do Estado também foi lembrada pelo presidente Agostinho Patrus em seu discurso. Ele ressaltou que o Parlamento tem o papel de garantir que as decisões para o enfrentamento da crise respeitarão a democracia. “Se é certo que não haverá solução fácil e indolor, também é certo que não haverá solução adequada fora do crivo do Parlamento”, disse.

Agostinho Patrus comentou a diversidade de opiniões e posturas que qualificarão esta legislatura, integrada por parlamentares de 28 partidos. “Casas legislativas não são moradas de pensamento hegemônico. Um de seus elementos estruturantes é justamente a multiplicidade de opiniões”, declarou. Segundo o presidente, mesmo diante das diferenças, os objetivos de todos são comuns: justiça social, desenvolvimento, oportunidades iguais e respeito às diferenças.

Além do presidente Agostinho Patrus, a chapa eleita inclui os deputados Antonio Carlos Arantes (PSDB), como 1º-vice-presidente; Cristiano Silveira (PT), como 2º-vice; Alencar da Silveira Jr. (PDT), na 3ª Vice-presidência; Tadeu Martins Leite (MDB), como 1º-secretário; Carlos Henrique (PRB), como 2º-secretário; e Arlen Santiago (PTB), na 3ª Secretaria.

Veja o perfil dos integrantes da nova Mesa:

  • Presidente: Agostinho Patrus (PV)
    Nascido em Belo Horizonte, assume seu quarto mandato na Assembleia de Minas, onde ingressou em 2006. É presidente estadual do Partido Verde (PV). Na última legislatura, presidiu a Comissão Extraordinária das Barragens e foi também vice-presidente da Comissão de Administração Pública. Na 17ª Legislatura, se afastou das atividades parlamentares para ocupar o cargo de secretário de Estado de Turismo, de janeiro de 2011 a dezembro de 2013. Em dezembro de 2008, tomou posse como secretário de Estado de Desenvolvimento Social, cargo no qual permaneceu até janeiro de 2010. É filho do ex-deputado estadual Agostinho Patrus, que também presidiu a ALMG. Empresário, é graduado em administração de empresas e pós-graduado em gestão empresarial e em logística pela Fundação Getúlio Vargas.
  • 1º-vice-presidente: Antonio Carlos Arantes (PSDB)
    Nascido em Jacuí (Sul de Minas), está em seu quinto mandato na ALMG. Presidiu a Comissão de Agropecuária e Agroindústria na 18ª Legislatura. Produtor rural, é autor de leis de destaque, como a do Queijo Minas Artesanal e a que instituiu o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) Familiar. Foi prefeito de Jacuí por três mandatos (1989-1992, 1997-2000 e 2001-2002). Foi também assessor do deputado federal e ex-ministro Carlos Melles (1994-1996) e diretor-geral da Prefeitura de São Sebastião do Paraíso (2003-2004), no Sul de Minas. Além disso, presidiu o Consórcio Intermunicipal de Preservação das Bacias dos Rios São João e Santana e a Agência de Desenvolvimento Sustentável do Sudoeste Mineiro (Adebras). Foi ainda coordenador do Programa de Renovação da Cafeicultura Regional em 17 municípios e conselheiro administrativo da Cooparaíso.
  • 2º-vice-presidente: Cristiano Silveira (PT)
    Está em seu segundo mandato na Assembleia mineira. Na legislatura anterior, presidiu a Comissão de Direitos Humanos. É graduado em filosofia e pós-graduado em planejamento e gestão estratégica. Iniciou sua carreira política como líder estudantil da União Municipal dos Estudantes (Umes), do Diretório Central dos Estudantes (DCE) e da União Estadual dos Estudantes (UEE). Em 2000, aos 22 anos, foi eleito vereador de São João del-Rei (Central), sua cidade natal. Em 2004, elegeu-se vice-prefeito do município. Atuou como coordenador da Comissão Regional de Segurança Alimentar do Campo das Vertentes, durante dois mandatos. Entre 2009 e 2011, foi consultor da Unesco no monitoramento das ações de prevenção e enfrentamento à criminalidade em Minas Gerais, através do Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (Pronasci), do Ministério da Justiça.
  • 3°-vice-presidente: Alencar da Silveira Jr. (PDT)
    Assume, em 2019, seu sétimo mandato consecutivo na ALMG. Integrou a Mesa na 18ª Legislatura, ocupando o cargo de 2°-secretário. Também foi 2º-secretário e 3º-secretário em legislaturas anteriores. Em 1998, foi presidente da CPI dos Bingos. Entre 2005 e 2006, exerceu a presidência da Comissão Especial dos Aeroportos, da Frente Parlamentar pelo Direito do Transporte Público e da Comissão do Trabalho, da Previdência e da Ação Social. Nascido em Sete Lagoas (Central), iniciou sua carreira política em 1989, sendo eleito vereador para a Câmara Municipal de Belo Horizonte, onde foi vice-presidente e presidente. Foi também vice-presidente da União dos Vereadores do Brasil (1990-1994). Radialista e jornalista, foi repórter esportivo e político na Rádio Capital e apresentador do programa “Num Poste de Rua”, por 20 anos. Presidiu o América Futebol Clube e é membro da Associação Mineira e Brasileira de Cronistas Esportivos e do Centro de Cronistas Políticos.
  • 1º-secretário: Tadeu Martins Leite (MDB)
    Nascido em Montes Claros (Norte de Minas), assume em 2019 o seu terceiro mandato na ALMG. Na legislatura anterior, foi líder da Maioria, presidente da Comissão Extraordinária de Acerto de Contas entre Minas e a União e vice-presidente da Comissão de Constituição e Justiça. Foi eleito pela primeira vez em 2011, aos 23 anos de idade, como o deputado mais jovem da história do Estado. Foi também o mais jovem secretário de Estado de Minas Gerais, ao assumir, em fevereiro de 2015, a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional, Política Urbana e Gestão Metropolitana. Nesta função, entre outras ações, coordenou a Força Tarefa criada pelo governo estadual para avaliar as consequências do rompimento da barragem de Fundão, em Mariana (Região Central), e reativou o processo de regularização fundiária urbana no Estado.
  • 2º-secretário: Carlos Henrique (PRB)
    Está em seu terceiro mandato na Assembleia de Minas, onde ingressou em 2011. Durante a legislatura anterior, se afastou para ocupar o cargo de secretário de Estado de Esportes, de abril de 2015 até novembro de 2016. Nesse período, coordenou o Núcleo de Articulação Minas 2016 e foi um dos responsáveis pelas atividades referentes à realização dos Jogos Rio 2016 em Minas Gerais. Foi membro efetivo das Comissões de Educação, Ciência e Tecnologia; Esporte, Lazer e Juventude; e Fiscalização Financeira e Orçamentária. Exerceu três mandatos consecutivos de vereador em Belo Horizonte, tendo sido eleito em 2000, 2004 e 2008. É pastor da Igreja Universal do Reino de Deus. Ocupou a 1ª Secretaria e a Corregedoria da Câmara Municipal e a vice-presidência da Comissão de Legislação e Justiça, naquela instituição. É natural do Rio de Janeiro (RJ).
  • 3º-secretário: Arlen Santiago (PTB)
    Assume, em 2019, seu sexto mandato consecutivo na Assembleia de Minas. Na legislatura anterior, integrou a Mesa da Assembleia no biênio 2017-2019, no mesmo cargo. Foi presidente da Comissão de Saúde, tendo atuado também em outras comissões. Durante a 17ª Legislatura, exerceu a presidência da Comissão Especial das Enchentes. Em 2009, foi vice-presidente da Comissão de Direitos Humanos. Médico e advogado, foi vice-prefeito de sua cidade natal, Montes Claros (Norte de Minas), entre 1996 e 1999. Foi prefeito do município de Coração de Jesus (1993-1995), também no Norte de Minas, e presidiu a Associação dos Municípios da Área Mineira da Sudene (Amams) em dois mandatos: 1993-1994 e 1995-1996. Também foi tesoureiro da Comissão Executiva Estadual do PTB (1999) e presidente do Colegiado dos Secretários Municipais de Saúde de Minas Gerais (Cosems), em 1996 e 1997.

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *