Governador anuncia oficialmente o leilão de 2 mil carros e várias aeronaves

REDAÇÃO – O governador Romeu Zema (Novo) anunciou que vai leiloar 2.000 carros da frota do Estado. Em vídeo publicado em seu Facebook, o governador explicou que os veículos estão há mais de 12 meses parados e sem manutenção.

“Isso demonstra como o seu dinheiro, como você paga de imposto é mal usado. Mas já tomamos as providências. Vamos estar leiloando esses carros e o recurso apurado vai ser aplicado naquilo que é importante. E essa situação não vai mais se repetir, por que nós estamos analisando cada real que é gasto aqui. É necessário ter respeito com o dinheiro que cada mineiro paga como imposto”, disse Zema no vídeo.

No texto da postagem do Facebook, Zema ainda afirma que determinou um levantamento completo de toda a frota do governo. Segundo ele, após o estudo, o Estado vai fazer um “controle eficiente” com a “utilização correta” dos veículos.
Confira a publicação:

“De acordo com levantamento feito pela nossa equipe da Secretaria Estadual de Planejamento e Gestão, existem cerca de dois mil carros da área administrativa do Estado que estão parados há mais de um ano. Um total descaso com o uso correto dos recursos públicos, cada vez mais escassos. Agora esses carros precisam ser leiloados para amenizar o prejuízo do Estado e evitar ainda mais desperdício do dinheiro público. Os leilões desses veículos destinados à área administrativa vão começar na próxima semana. Além disso, determinei um levantamento completo da frota estadual para que haja controle eficiente e a utilização correta dos veículos”, diz o texto publicado por Zema.


Farra dos voos

“Vou acabar com a farra dos voos e, por isso, já solicitei ao Gabinete Militar que todas as aeronaves da frota aérea que não sejam necessárias para uso em casos emergenciais e pelas forças de segurança do Estado sejam vendidas. Até o ano passado, quem governava Minas tinha à disposição sete aeronaves, entre aviões a jato e helicópteros, que eram utilizados até para transportar familiares sem que a população soubesse como e o porquê. Isso não vai mais acontecer em Minas! Vamos dar transparência a todos os atos governamentais, inclusive em relação aos deslocamentos aéreos”, informa outra publicação do governador.

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *