Fabriciano realiza 3º mutirão de cataratas no HJMM com mais 140 cirurgia

FABRICIANO – A Prefeitura de Coronel Fabriciano, por meio da Secretaria de Governança da Saúde, realizará na próxima terça-feira, 14, no Hospital Dr. José Maria Morais, mais 140 cirurgias de catarata. O mutirão atenderá os pacientes que já realizaram a cirurgia no primeiro olho e também aqueles que já estão cadastrados, mas que não haviam sido contemplados na primeira e segunda edição.

Com a inciativa, a rede municipal de Saúde atingirá a marca de 640 procedimentos realizados em pouco mais de um ano.  A Prefeitura também fornece a medicação e o acompanhamento necessário para a cicatrização após a cirurgia. No dia do mutirão, não é necessário ser feito o jejum, e os medicamentos de rotina podem ser tomados normalmente. Os pacientes devem comparecer ao hospital no horário marcado, portando RG e Cartão SUS.

Segundo o Secretário de Saúde, Ricardo Cacau, a gestão tem como prioridade realizar todas as cirurgias no município. “Nós estamos trabalhando constantemente para concentrar todos os procedimentos cirúrgicos dentro HJMM, levando mais comodidade aos pacientes e reduzindo os gastos”, explica. Até 2016, as poucas cirurgias realizadas eram em hospitais de Tarumirim ou Sabinópolis.

O prefeito Dr. Marcos Vinicius também participou da entrega das guias de marcações dos exames para os pacientes nesta quinta-feira, 9, na Igreja Assembleia de Deus. Na oportunidade, o prefeito, que é médico, e os profissionais da Saúde do município tiram dúvidas dos pacientes sobre o procedimento.

PÓS-CIRURGIA

Após a cirurgia, será aplicado nos pacientes um colírio e uma injeção, necessários para a cicatrização. A vista pode ficar embaçada nas primeiras horas, melhorando com o tempo. O paciente não pode esfregar ou coçar os olhos, e deve evitar esforços físicos por pelo menos 15 dias.

SOBRE A CATARATA

De acordo com dados do Conselho Brasileiro de Oftalmologia, todos os anos, a catarata atinge cerca de 120 mil brasileiros. A doença causa a perda parcial ou total da visão, deixando a vista turva e embaçada. Além disso, pode diminuir a visão noturna e causar hipersensibilidade à luz. A cirurgia para a retirada de cataratas é o único tratamento, além de ser mais simples e eficaz e, na grande maioria dos casos, sem complicações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *