Fabriciano aponta transtornos com o fechamento da ponte velha

FABRICIANO – Os moradores do Centro de Coronel Fabriciano têm enfrentado problemas de locomoção nos últimos dias. A interdição da Ponte Velha para reforma, principal acesso à Avenida Tancredo de Almeida Neves, fez aumentar consideravelmente o fluxo de veículos na Ponte Nova e Centro da Cidade.

A mudança do trajeto de aproximadamente três quilômetros jogou todo fluxo de veículos leve e pesado diretamente para o coração da cidade. Agora, motoristas, pedestres e ciclistas  têm que compartilhar as vias, já que em alguns trechos  não existem espaços como acostamento, calçadas  ou faixas destinadas a bicicletas.

Preocupado com a situação, o presidente da Câmara Municipal de Coronel Fabriciano, Adriano Martins, disse nesta sexta-feira (11), que as prefeituras de Timóteo e Fabriciano precisam colocar em prática um plano de reordenamento do trânsito, visto que as duas cidades estão visivelmente prejudicadas com o fechamento da Ponte Velha.

Adriano Martins observou ainda, que as duas cidades precisa reforçar a sinalização do trânsito. “A Câmara de Fabriciano está de recesso parlamentar, mas, o que a administração municipal precisar para estes fins, estaremos de prontidão”, avisou o presidente Adriano Martins.

 

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *