Deputado Enéias Reis intervém junto ao estado para evitar suspensão de atendimento hospitalar

Deputado Federal Enéias Reis (PSL). “A população não pode ser prejudicada. Saúde é um direito de todos”.

TIMÓTEO – Diante do comunicado da Fundação São Camilo – Hospital e Maternidade Vital Brazil (HMVB) ao anunciar a suspensão do contrato nº 052/2016, para o atendimento à população pelo Sistema Único de Saúde (SUS), a partir da próxima segunda-feira (8), preocupado, o deputado federal Enéias Reis (PSL) enviou um expediente nesta quinta-feira (4), ao Secretário de Estado de Saúde – Carlos Eduardo Amaral Pereira da Silva, solicitando do mesmo a regularização dos repasses em atrasos.

No ofício enviado pelo deputado, consta que pontualmente que o governo estadual deve R$ 2,2 milhões ao Vital Brazil. “É necessário que o governo regularize a situação pendente, a fim de que a entidade possa executar o contrato integralmente, para que o atendimento não seja interrompido prejudicando a população timotense e as comunidades dos municípios circunvizinhas”, constou o deputado, informando que o seu mandato permanecerá atento quanto ao desenrolar desta grande situação.

Nota da Secretaria de Saúde

A Superintendência Regional de Saúde (SRS) de Coronel Fabriciano informa que diante da crise econômica que assola o Estado nos últimos anos – e que reflete em todos os seus órgãos, inclusive na SES/MG – o Estado de Minas Gerais decretou Situação de Calamidade Financeira, nos termos do Decreto 47.101, de 05/12/2016, em razão do déficit financeiro decorrente do histórico crescimento de despesas e da insuficiência de receitas para custear e manter os serviços públicos.

Tão logo tomou conhecimento por meio do oficio 99/2019, que dispõe sobre a situação do Hospital e Maternidade Vital Brazil (HMVB), a SRS de Coronel Fabriciano reuniu-se, em 02/07, com os representantes do Hospital HMVB e do município de Timóteo, objetivando solucionar o impasse nos atendimentos. *No encontro, ficou definido que o HMVB continuará a prestar o atendimento a população da região de saúde de Timóteo/Coronel Fabriciano* e uma nova reunião ficou agendada para o dia 08/07, com os gestores municipais e com os representantes dos hospitais, visando discutir a situação assistencial da região e buscar uma solução em conjunto.

Mesmo com toda dificuldade financeira o Estado tem realizado os pagamentos integrais dos programas de incentivo, sob responsabilidade da SES-MG, como por exemplo: Rede Resposta, PRO URGE e Rede Cegonha. Já o PRO-HOSP Gestão Compartilhada e o PRO-Hosp Incentivo, os pagamentos efetuados aproximam-se da totalidade.

Diante disso, estamos nos esforçando para honrar os compromissos pactuados, manter nossas ações e dar os melhores encaminhamentos possíveis, ante o contexto mencionado.

 

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *