DEPUTADO CELINHO COBRA MEDIDAS PARA GARANTIR ATENDIMENTO NO VITAL BRASIL EM TIMÓTEO

Redação – Nesta terça feira (29/10), o deputado Celinho Sintrocel esteve com gestores da Fundação São Camilo, Mantenedora do Hospital Vital Brasil, de Timóteo,  o Diretor-Geral da Fundação São Camilo em São Paulo, Alex Moreira e  Anchieta Pogiagli, o Diretor-Geral do Hospital Vital Brasil Giovane Freitas, a Diretora clínica do Hospital, Dra. Isabela e a Dra. Rebeca, o Secretário Adjunto de Saúde Luís Marcelo Cabral Tavares o Superintendente Regional de Saúde, Ernany Duque e equipe, para exigir a resolução dos repasses financeiros do Governo do Estado para a Fundação, a fim de evitar paralisação do corpo clínico do Hospital a partir de 1º de Novembro, sexta feira próxima.

Esta semana completará quatro meses de atraso nos repasses do Governo do Estado para a Fundação mantenedora e esta situação inviabilizou o pagamento dos salários do corpo clínico do hospital, que por sua vez, após assembleia da categoria, aprovou a paralisação de 100% dos atendimentos, além da urgência e emergência a partir desta sexta.

Além dos prejuízos imediatos para Timóteo toda a região do Vale do Aço será afetada com a sobrecarga nos demais hospitais da região como Márcio Cunha, de Ipatinga e o Dr. José Maria Moraes, de Coronel Fabriciano.

Após o relato dos gestores da Fundação e da Dra. Isabela, Diretora Clínica do Hospital, Celinho apelou ao entendimento. Que o Estado garanta até o dia 31 de Outubro não só o pagamento de parcelas atrasadas como também uma programação financeira para os pagamentos atrasados, para dar mais segurança ao corpo clínico e funcionários do Hospital.

Celinho citou o exemplo do que foi construído com o IPSEMG e o Márcio Cunha, neste ano, que garantiu a retomada dos atendimentos aos servidores públicos naquele hospital.  “Houve um acordo, um planejamento de créditos em favor do Márcio Cunha e os atendimentos foram retomados. Creio que podemos fazer algo semelhante, para dar condições de não acontecer a paralisação do corpo clínico. Pois levaria o caos à população não só de Timóteo, mas de toda a região” disse o deputado.

O sub Secretário Luís Marcelo se comprometeu a estudar a viabilidade financeira da proposta e entregar, no máximo até o dia 31 deste mês a resposta das possibilidades dos desembolsos por parte do Estado. Quanto à renovação do contrato entre Estado e Fundação, o Sub Secretário disse que está em estado avançado e que no máximo em três semanas estará pronto para a assinatura.

Celinho cobrou ainda créditos devidos pelo estado como R$ 68 mil  devidos ao programa de incentivo ao parto normal, pactuado no antigo governo, cumprido pelo estabelecimento de saúde e não pago até hoje, como forma também de minimizar a situação do hospital.

Celinho cobrou ainda a solução para a implantação da UTI neonatal por parte do Governo de Minas Gerais e do Hospital para permitir a disponibilidade de mais 10 leitos para a região.

Por fim o Deputado Celinho solicitou também a continuidade das obras de ampliação do Hospital Vital Brasil que garantirá mais 40 leitos para o atendimento público de saúde na região.

Na manhã  desta quarta feira (30/10), Celinho conversou também com o Secretário de Governo Bilac Pinto reiterando as suas solicitações e sugestões e cobrando as devidas responsabilidades do Estado para com a saúde do Vale do Aço.

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *