Cebus da Usipa devolve dois animais à natureza

Ipatinga – O Centro de Biodiversidade da Usipa (Cebus), em parceria com a Associação Regional de Proteção Ambiental do Vale do Aço (Arpava) e a Polícia Militar de Meio Ambiente, promoveram a soltura de dois animais silvestres: uma preguiça (Bradypus variegatus) e um cateto (Pecari tajacu). A pedido da Polícia de Meio Ambiente, o local da soltura não é revelado.

A preguiça estava no Cebus há poucos dias. Após ser examinada pela equipe do zoológico, foi rapidamente reintroduzida na natureza. “Esses animais são extremamente sensíveis ao cativeiro. Por isso, tão logo atestamos o bom estado de saúde dele, encaminhamos para a soltura”, explica o médico-veterinário do Cebus, Lélio Costa e Silva.

Já o cateto foi reintroduzido na natureza depois de 10 meses no Cebus. Chiquinho, como foi apelidado, chegou em janeiro deste ano ainda bebê. Durante um período, foi alimentado com a ajuda de uma mamadeira. Aos poucos, o pequeno cateto aprendeu a se alimentar sozinho até conquistar condições plenas de retornar à natureza.

Fauna sem Lar

A soltura de animais é parte do Programa de Reabilitação da Fauna Sem Lar e é desenvolvido pelo Cebus, juntamente com o Instituto Estadual de Florestas (IEF), a Polícia de Meio Ambiente e a Associação de Proteção Ambiental do Vale do Aço (ARPAVA). Desde abril de 2017, o Cebus recebeu 863 animais silvestres. Do total, 309 foram reintegrados à natureza.

O programa tem o objetivo de receber, tratar, medicar e reabilitar animais da fauna local provenientes de apreensões, resgates, doações voluntárias ou maus tratos. Os animais são trazidos ao Cebus pela Polícia Ambiental e pelo IEF.

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *