terça-feira, março 5, 2024
DestaquesPolítica

Audiência Pública na CMCF fortalece o foco político para o não fechamento da UAI de Fabriciano

FABRICIANO – Com a presença do Superintendente das UAIs de Minas Gerais – Itaner Debossan, foi realizada na tarde desta sexta-feira (5), no plenário da Câmara Municipal de Coronel Fabriciano, uma Audiência Pública para debater o futuro da Unidade de Atendimento Integrado (UAI) da cidade, visto que nos últimos dias a notícia era de fechamento da unidade e a transferência dos serviços para o município de Ipatinga. A proposta era do governador Romeu Zema dentro do pacote de redução de gastos. Durante a Audiência foi entregue ao Superintendente das UAIs – Itaner Debossan, um abaixo-assinado com 10 mil assinaturas pedindo a permanência da UAI em Fabriciano.

Na última semana uma reunião de trabalho também na Câmara Municipal, determinou alguns encaminhamentos na presença de diversas lideranças políticas e empresariais. A discussão ganhou corpo, já que a proposta do governador coincidia com a inauguração do UAI de Ipatinga.

A partir dos encaminhamentos, o deputado Celinho do Sinttrocel (PCdoB), agendou no início desta semana um encontro com o secretário de Estado de Planejamento, Otto Levy Reis, que contou com a participação dos vereadores fabricianenses Marcos da Luz (PT), Thiago Lucas (PT), Dr. Sandro Araújo (PPS), Ronilson Burrinho (PSB) e Beto Cavaleiro (MDB). O presidente da Câmara Municipal, vereador Adriano Martins, os vereadores Xingozinho e Luciano Lugão justificaram ausência no encontro, porque cumpriam agenda no Ministério do Turismo, no Distrito Federal.

DE PORTAS ABERTAS

Mesmo diante da afirmativa do secretário Otto Levy de que a UAI por hora não será fechada, a Audiência desta sexta-feira (5) se manteve para que o foco da situação não fosse desviado. No entendimento do vereador Marcos da Luz, do deputado Celinho do Sinttrocel e do presidente da Câmara Municipal, vereador Adriano Martins, as forças políticas fabricianenses devem se manter atentas já que a  possibilidade do fechamento da UAI foi objeto de estudo pelo governo visando redução de gastos. Na visão do vereador Marcos da Luz, houve um equívoco e precipitação no planejamento de gestão do governo estadual, visto ser a unidade de Fabriciano uma das de custo mais baixo em toda rede de UAI’s no Estado.

 

Durante a Audiência Pública todos os políticos, empresários e comunidade foram unanimes em defender a manutenção da UAI em Fabriciano, reafirmando tratar-se de uma unidade consolidada, que funciona há mais de 10 anos em prédio próprio e que realiza serviços eficientes e de qualidade, atendendo com excelência cerca de mil pessoas por dia.

PRESENÇA

Presentes na Audiência, o deputado Celinho do Sinttrocel, a deputada Rosângela Reis, os vereadores da Câmara de Fabriciano Marcos da luz, Adriano Martins, Xingozinho, Ronilson Burrinho, Dr. Sandro Araújo, Thiago Lucas, Beto Cavaleiro, Professor Edem e Cristiano do Cais. O vice-prefeito de Fabriciano Gregório da Retífica; Fábio Pimentel (OAB); Dr. Breno (Rotary Clube Norte); representante da Acicel-CDL. A Administração Municipal de Fabriciano não enviou representante.

Prejuízos – Se caso concretizasse a intenção do governador, a emissão de carteiras de Trabalho e de Identidade, CPF, atestado de antecedentes criminais, seguro desemprego, prova eletrônica de legislação, intermediação de mão de obra, entrega de documento de veículo e Carteira de Habilitação, cadastro de visitas aos presídios, solicitado de atestado carcerário, correspondente bancário, 2ª via de conta da Cemig, perícia médica do Estado, vários serviços do Detran, entre outros documentos seriam transferidos para a UAI de Ipatinga.

 

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *