Tratamento de Água de Marliéria recebe visita dos alunos da Escola Estadual Liberato de Castro

MARLIÉRIA – No último dia 11, os alunos do ensino médio da Escola Estadual Liberato de Castro realizaram uma visita à Estação de Tratamento de Água (ETA) da sede. A iniciativa fez parte do mês do Meio Ambiente, sendo uma das atividades realizadas resultantes da parceria entre a Secretária de Educação e a Secretária de Meio Ambiente e Turismo.

Nas dependências da ETA, aconteceu uma palestra ministrada por Walter Luiz de Souza, químico responsável técnico pelo funcionamento do sistema de tratamento de água do Município, auxiliado pelo operador José Avelino “Toló”, que explicaram sobre o funcionamento básico de uma estação de tratamento, desde os processos de purificação até o maquinário. Conforme eram mostrados os equipamentos, o seu funcionamento era explicado, sendo sempre lembrada a importância da água como recurso essencial para a vida.

Foi possível aos alunos entenderem que, mesmo com o fornecimento de água sendo gratuito para a população, são altos os custos para manter o funcionamento do sistema: os produtos químicos que são utilizados no processo de purificação, energia elétrica, a manutenção da estrutura e os profissionais que realizam as atividades de operação, que são essenciais para manter o bom andamento do fornecimento de água, tudo isto faz com que o Município desembolse altos valores em prol do abastecimento de água.

Além disso, uma informação muito importante foi citada. Atualmente, a estação produz água tratada suficiente para abastecer quatro vezes a população da sede, com sua necessidade diária, divulgada de acordo com os dados da Organização Mundial de Saúde, com 100 litros de água por dia.

Entretanto devido ao consumo excessivo e inadequado, a população consome três vezes mais do que o necessário, ocasionando falta do recurso e o que era para durar 24h, consegue suportar apenas 6 horas de abastecimento no atual regime de consumo.

Sendo a água um bem natural, caro, essencial para a sobrevivência humana e de todas as outras espécies, é fundamental que saibamos utilizar com racionalidade, sempre evitando o desperdício, buscando a conservação desse recurso.

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *