Violência sexual contra crianças e adolescentes é tema de caminhada em Fabriciano

FABRICIANO – Mais de 500 pessoas participaram da caminhada para chamar a atenção da sociedade contra o abuso e a exploração sexual de crianças e adolescentes. A Concentração foi no antigo barrilzinho, no centro e envolveu entidades sociais, escolas municipais e estaduais e a sociedade. O percurso foi até a Praça da Estação.

A ação faz parte da Campanha “Faça Bonito”, que ocorre nacionalmente para mobilizar a comunidade para o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e de Adolescentes, lembrado nessa sexta-feira, 18.  No âmbito municipal, o tema foi “brincar como prevenção”. Segundo a Secretária de Governança de Assistência Social, Patrícia Dias, o foco é a criança. “Esse ano fizemos um trabalho com as famílias e professores para prevenção. A criança precisa entender o limite entre o que é brincadeira e o que não é”, disse.

Em 2017, o Centro de Referência Especializado de Assistência Social acompanhou 30 crianças. Até abril deste ano, 9 são atendidas pelo CREAS. Em nível nacional, esses números são ainda mais alarmantes. Segundo o Conselheiro Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente, Jeferson Silva, em 2017, a cada cinco segundos, uma criança foi violentada no Brasil. “Precisamos alertar pais e adultos para acompanharem de perto a criança. Qualquer sinal pode conter uma violência escondida. O silêncio também. Não podemos ser cúmplices desse ato de agressão”, disse.

Para denunciar basta entrar em contato com o Conselho Tutelar de Coronel Fabriciano ou pelo disque 100. Após participar da ação, a Júlia Vitoria, de 12 anos, aprendeu a lição. “Quando falam desse assunto na escola, as pessoas têm vontade de denunciar e falar sobre. Eu aprendi tudo sobre violência e incentivo todas as crianças a denunciar”, disse.

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *