Restauração e pintura externa do prédio da Câmara de Ipatinga são concluídas

IPATINGA – Foi concluído, na quarta-feira (24), o trabalho de restauração e pintura da parte externa do prédio da Câmara Municipal de Ipatinga.  A atual sede do Poder Legislativo, inaugurada em 2004, encontrava-se com sua pintura original bastante deteriorada.

O presidente da Câmara, vereador Nardyello Rocha, realizou uma vistoria na manhã desta quinta-feira e aprovou o trabalho realizado pela empresa contratada. “Estamos tratando de um bem público, isso requer nosso cuidado e atenção. Cuidar do patrimônio público é preservar o que já foi investido com o dinheiro do povo”, disse.

O presidente da Câmara de Ipatinga, vereador Nardyello Rocha

Nardyello destacou que o recomendado é que a pintura seja renovada a cada 10 anos. “No entanto, já estávamos há 13 anos com a pintura antiga. Inclusive a parte de estrutura metálica estava bastante comprometida devido à corrosão, o que requereu um trabalho bem minucioso de restauração”, salientou o presidente da Câmara.

A licitação pública realizada para contratação do serviço de pintura e restauração de parte da estrutura metálica do prédio contou com 21 empresas participantes.  Foi uma das licitações mais concorridas do legislativo, vencida pela empresa José Ediniz Ribeiro Pinturas – ME, da cidade Sumaré, no estado de São Paulo. Os trabalhos tiveram início no mês de julho do ano passado, mas tiveram algumas paralisações em decorrência da necessidade de ajustes no contrato da empresa.

Conforme a engenheira Shirley Mello, o serviço teve como objetivo a questão estética e de proteção da estrutura do prédio. “Temos em Ipatinga uma atmosfera bastante agressiva ao aço e a estrutura do prédio necessitava desse tratamento que foi dado. A parte de alvenaria também estava muito exposta e precisava ser protegida”, afirmou a servidora do Legislativo.

Shirley explicou que a realização do processo licitatório proporcionou uma economia considerável. “Segundo o orçamento que fizemos, todo o trabalho de restauração e pintura da parte externa do prédio ficaria em torno de R$ 130 mil. Com a adoção do sistema de pregão, conseguimos concluir o projeto com um valor na casa dos R$ 100 mil”, disse a engenheira.

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *