ECO PONTO DE RECICLAGEM: Uma minúscula obra paralisada na Avenida Acesita

TIMÓTEO – O projeto de Pontos de Entrega Voluntária (PEVs), um programa que incentiva a separação adequada do material para reciclagem e sua entrega voluntária, fruto de uma parceria entre a Prefeitura de Timóteo, a Associação de Catadores de Materiais Recicláveis de Timóteo (Ascati) e a Fundação Banco do Brasil, parece que foi para o brejo.

O município ainda não conseguiu construir nenhum dos 16 eco pontos previstos que beneficiariam o trabalho que vêm sendo feito pela Associação dos Catadores de Materiais Recicláveis de Timóteo – ASCATI. Enquanto uma simples obra de um dos eco pontos permanece paralisada no Bairro Primavera, em plena Avenida Acesita, o adro do Centro de Educação – CEMEI, no Centro Comercial da Praça 1º de Maio, vem servindo de eco ponto, modificando o visual da área educacional.

O convênio deste projeto está inserido no programa de implantação de tecnologia social da Fundação Banco do Brasil. Já foram investidos R$ 200 mil, sendo R$ 174.536,13 de recursos da Fundação Banco do Brasil e do BNDES.

 

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *