Adutora da Copasa rompeu no Alegre, destruiu uma casa e parte da avenida

TIMÓTEO (Fotos PCReis) – Uma adutora da Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) rompeu na madrugada desta segunda-feira (05), na Avenida dos Portuários, Bairro Alegre, Regional Leste de Timóteo. O incidente fez com que uma residência em construção fosse completamente interditada, visto que uma lateral do imóvel foi deslocada com a força da água. Testemunhas disseram que o vazamento foi notado na tarde deste domingo (4), e durante a madrugada “a coisa ganhou  proporção, com um tremendo barulho”.

No local estiveram técnicos da Copasa, Defesa Civil e Corpo de Bombeiros. Ainda não foi informado pela Copasa a quantidade de água desperdiçada com o rompimento. A Avenida dos Portuários está com trânsito em meia pista para a realização dos trabalhos.

O QUE DISSE A PREFEITURA

Em nota, a Prefeitura de Timóteo informou que a obra no imóvel já havia sido embargada pelo Setor de Fiscalização no dia 30 de agosto de 2018, o que obrigaria à paralisação dos serviços. O embargo foi emitido com o número 43441.

Segundo a PMT, o setor de Fiscalização enviou para o Departamento de Receita, no dia 04 de outubro de 2018, solicitação para a emissão de multa por desobediência ao embargo, conforme prevê legislação municipal. A multa foi emitida ao proprietário com documento datado em 15 de outubro e vencimento em 20 de novembro.

“No embargo, além da paralisação da construção, foi solicitada a apresentação do documento do referido lote e dos projetos arquitetônico e estrutural para o processo de licenciamento de obras. De acordo com o Setor Meio Ambiente, a área onde se situa o imóvel não é edificável por estar em Área de Preservação Permanente (APP)”, informou a nota.

O QUE DISSE A COPASA

A Copasa, em nota, informou que o desabamento do imóvel localizado na Avenida dos Portuários, no bairro Alegre, em Timóteo, provocou o rompimento da rede de distribuição de água que atende somente este bairro. O problema não irá prejudicar o abastecimento nas demais regiões de Timóteo.

A Copasa informa que, após vistoria preliminar realizada na manhã desta segunda-feira (05/11), foi constatado que a Companhia não é responsável pelo desabamento do imóvel localizado.

Com o excesso de chuva nos últimos dias, parte do imóvel (que está sendo construído às margens de um córrego) desmoronou, atingindo a rede de abastecimento da Copasa. Técnicos da empresa estão no local para realizar a manutenção na tubulação.

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *