1º Festival de Pipas e Papagaios é sucesso entre as famílias no Parque

IPATINGA – Cores, tons, vento forte e muito sol. Esses elementos contribuíram para enfeitar ainda mais o céu do Parque Ipanema no 1º Festival de Pipas e Papagaios de Ipatinga, promovido no último domingo (26) pela Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Lazer. Cerca de 50 inscrições foram contabilizadas entre crianças e adultos. Com o tema ‘Em Ipatinga, o céu é o limite’, o evento teve o objetivo de valorizar este entretenimento cultivado há várias gerações, além de conscientizar sobre os elementos proibidos na diversão, como cerol, linha chilena e materiais cortantes.

O diretor do Departamento de Cultura, Francisco Neto, comentou: “A intenção da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer, juntamente com os seus parceiros, é também advertir quanto aos perigos da soltura de papagaios e pipas da forma incorreta. Teremos outros festivais, mas esperamos que a campanha sobre esse assunto se desdobre em outras ações”.

Evento

O ponto de encontro para a realização do festival foi o catavento no centro da lagoa do Parque. E o público se encantou com a criatividade dos participantes. Dezenas de pipas e papagaios tomaram conta do espaço.

O campeão da categoria Menor Pipa foi o estudante Jonas Kennedy Silva Santos, de 16 anos. Ele contou que desde os seis anos aprendeu com o seu pai a construir e soltar pipa. Assim, quis participar do festival desde o momento que soube da competição.

“Além de gostar muito de soltar pipas e praticar essa atividade desde criança, me interessei muito pela bicicleta oferecida como prêmio. Li todas as instruções para a fabricação da pipa e me veio a ideia de concorrer na categoria das menores. Fiquei muito feliz de ter ganhado esse prêmio. Desde o início, estava muito confiante”, revelou com o entusiasmo um dos campeões do festival.

Para o secretário de Cultura, Esporte e Lazer de Ipatinga, Carlos de Oliveira, o evento foi um sucesso, pois além da grande festa realizada no Parque Ipanema o festival cumpriu de forma positiva o caráter educativo.

“A festa foi linda e tivemos muitas famílias reunidas aqui no nosso principal cartão postal, que é o Parque Ipanema. Além dessa integração, o festival também desempenhou com excelência o papel de disseminar as práticas preventivas. Os participantes foram conscientizados a soltar pipas usando os materiais corretos, que não colocam em risco a vida de pessoas”, enfatizou.

Apuração

O corpo de jurados era formado por quatro integrantes, sendo um sargento dos Bombeiros, um tenente da Polícia Militar, um membro dos mototaxistas e um representante técnico de Pipas e Papagaios.

Antes do início do concurso, cada participante apresentou as pipas/papagaios aos jurados, para que fossem avaliados os critérios de segurança e fabricação do objeto.

pipa

Festival premiou oito ganhadores que levaram para casa bicicletas, troféus, medalhas, cesta de chocolate e uma camisa do Ipatinga Futebol Clube.

Somente poderiam participar as pipas e papagaios confeccionados com os seguintes materiais: cola; folha de seda; qualquer outro papel e/ou papelão biodegradável; bambu; taquara; linha ou corda (apenas as feitas de algodão ou lã natural). Era proibido o uso de fio de nylon, fita de vídeo ou gravador, linha de anzol, fio de metal, papel laminado, material cortante e cerol.

“Observamos com muita cautela o que dizia o regulamento, para avaliar se todos os participantes atendiam aos requisitos. Depois olhamos como a pipa ficou no ar, a criatividade e escolhemos os vencedores. Mas o importante é ressaltar o trabalho de conscientização que foi feito a respeito dos materiais para confeccionar uma pipa. Atendemos muitas ocorrências de acidentes envolvendo cerol e outros materiais cortantes. Precisamos mudar essa cultura”, observou o sargento do Corpo de Bombeiros, Gildo dos Santos.

O festival também teve o apoio da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU).

Premiação

Três categorias foram definidas para avaliar os primeiros colocados: 1) Tamanho – a maior e a menor pipa/papagaio; 2) Criatividade – beleza e detalhes; 3) Pipa Destaque do 1º Festival.

Os vencedores das duas primeiras categorias foram premiados com troféu, medalha e bicicleta. Na categoria Destaque, a premiação foi troféu, medalha, cesta de chocolate e uma camisa do Ipatinga Futebol Clube.

Confira os nomes dos campeões:

Menor Pipa

1º Lugar – Jonas Kennedy

2º Lugar – Alan Gabriel

Maior Pipa

1º Lugar – Jhuan Jânio

2º Lugar – Gustavo Augusto

Categoria Criatividade

1º Lugar – Nilton Cezar

2º Lugar – Wellington Weslen

Categoria Destaque

1º Lugar – Fernando Mendes

2º Lugar – Israel Padilha

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *