Ipatinga foca a humanização do atendimento na saúde

IPATINGA – Nesta terça-feira (11) foi a vez de novos profissionais da saúde pública de Ipatinga participarem de um importante treinamento, cujo objetivo é fortalecer e humanizar o atendimento oferecido por médicos, enfermeiros e técnicos administrativos nas Unidades Básicas de Saúde (UBS’s). A ação faz parte do projeto ‘Ipatinga Saudável e Humana’ lançado no dia 1º de setembro, que já capacitou toda equipe gerencial da Secretaria Municipal de Saúde.

Segundo dados da Secretaria de Estado da Saúde (SES), cerca de 70% dos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) procuram, de maneira equivocada, os atendimentos de urgência e emergência, como a UPA e os hospitais públicos, para resolução de casos considerados de baixa complexidade, que poderiam ser resolvidos nas UBS’s.

“Para mudarmos essa realidade, a administração municipal vem investindo para que a assistência ao cidadão seja o mais próximo possível de sua casa. É por isso que tantas contratações de profissionais de saúde estão sendo feitas para equipar as UBS’s, porque é a Unidade de Saúde a porta de entrada para o sistema público. O nosso trabalho junto aos servidores de saúde é de reforçar a importância da humanização das relações, de uma criação de vínculos do usuário com a sua equipe de saúde. É assim que estamos construindo esta assistência inicial fortalecida e preparada”, destacou o prefeito Nardyello Rocha.

érica dias

‘Pelo projeto serão revisados os processos de trabalho para facilitar o acesso do usuário ao atendimento que ele necessita’, destacou Érica Dias, ao lado do responsável técnico, Nicolas Drumond

Em seu discurso, a secretária municipal de Saúde, Érica Dias, disse sobre o momento especial que a atenção básica de Ipatinga vivencia a partir do projeto.

“As ações para o fortalecimento da atenção primária em Ipatinga contemplam melhorias estruturais, ambiência, contratações que são fundamentais para a qualidade no atendimento do munícipe através da porta de entrada do Sistema Único de Saúde (SUS), que são as UBS’s. Pelo projeto, serão revisados os processos de trabalho para facilitar o acesso do usuário ao atendimento que ele necessita. Além disso, há também a etapa de informatização, que torna mais claro o histórico de saúde do paciente, favorecendo a continuidade dos cuidados, a otimização de recursos e a diminuição da fila de espera”, detalha. “Dessa forma, acreditamos que 80% dos males de saúde demandados pela população serão resolvidos dentro da Unidade Básica de Saúde”, enfatiza a secretária.

A apresentação do ‘Ipatinga Saudável e Humana’ nesta terça-feira (11), foi realizada pelo médico Nicolas Drumond, responsável técnico pelo projeto.

 

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *