domingo, julho 21, 2024
DestaquesMeio AmbientePolícia

Mais de 1.500 materiais apreendidos em ações de fiscalização ambiental foram incinerados

Materiais que eram utilizados em crimes ambientais foram incinerados | Foto divulgação PMMG de Meio Ambiente

REDAÇÃO – Materiais apreendidos por meio de ações fiscalizatórias feitas por equipes da Polícia Militar de Meio Ambiente e pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad), por meio da Unidade Regional de Fiscalização Central, foram destruídos no fim de junho. Ao todo, mais de 1.500 materiais como redes e tarrafas de pesca foram incinerados.

A medida foi tomada devido ao grande potencial de predação dos itens, especialmente ao ambiente aquático, dos materiais advindos de atividade ilícita. Desta forma, a ação garante que varas, iscas e armadilhas, por exemplo, não voltem a ser utilizados irregularmente, garantindo maior controle ambiental.

Vale ressaltar que os materiais só foram destruídos após os autos de infração atrelados a eles transitarem em julgado e decretado o perdimento de bens.

“Ações como esta são de suma importância para a gestão e organização da unidade, mas também para alertar a sociedade quanto ao uso irregular de apetrechos que causam danos ambientais”, afirmou a chefe da Unidade Regional de Fiscalização Central Metropolitana, Ana Carolina Silva.

Transparência

O Governo de Minas (https://www.mg.gov.br/), por meio da Semad, disponibiliza diversos canais de denúncias ambientais e conta com o apoio da sociedade para monitorar e denunciar práticas evidentes ou suspeitas de irregularidades.

A denúncia ou solicitação de fiscalização ambiental pode ser feita pelo LigMinas (ligue 155 – opção 7) ou por meio deste link: (http://www.meioambiente.mg.gov.br/-denuncia-ambiental-solicitar-fiscalizacao-ambiental), que traz mais informações sobre o assunto.

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *