Parques estaduais serão fechados durante o carnaval em Minas

Redação – Parques estaduais e demais unidades de conservação administradas pelo Instituto Estadual de Florestas (IEF) estarão fechadas para visitação entre os dias 12 (sexta-feira) e 17 (quarta-feira de cinzas) de fevereiro, data reservada no calendário para o Carnaval. O fechamento segue as diretrizes do Comitê Extraordinário Covid-19, do Governo de Minas Gerais, que suspendeu as comemorações da folia neste ano, no Estado, para prevenir o contágio do coronavírus.

A suspensão foi oficializada pelo Executivo por meio da Deliberação nº 125, publicada em 3 de fevereiro no Diário Oficial de Minas Gerais. Além do cancelamento das festividades, a norma do Comitê também determinou que não haverá ponto facultativo aos servidores estaduais durante o carnaval.

Atualmente, as 93 unidades de conservação gerenciadas pelo IEF funcionam com regras sanitárias de prevenção à Covid-19, conforme estabelecido na última atualização do Minas Consciente. Com a mudança promovida por meio do programa de governo que baliza o funcionamento de atividades econômicas no Estado, em 27 de janeiro, foi autorizado o funcionamento dos serviços não essenciais, entre eles atividades turísticas, eventos, atrativos culturais e naturais, quando macrorregiões e microrregiões estiverem inseridas na onda vermelha.

Anteriormente, o funcionamento só era autorizado quando as regiões em que as áreas de reserva natural estivessem nas ondas amarela e verde. A partir de agora, as ondas vermelha, amarela e verde do Minas Consciente não serão mais utilizadas para segregar o funcionamento das atividades. Ou seja, todas as atividades poderão funcionar, em qualquer das ondas, tendo alteração somente no nível de funcionamento.

Nesta atualização de 27 de janeiro, os parques, que estavam fechados, voltaram a receber visitantes. Deste modo, o funcionamento das unidades será interrompido no Carnaval e, após este período, as unidades de conservação voltam a funcionar na quinta-feira (18), seguindo os protocolos mencionados anteriormente, conforme a situação do município dentro do Minas Consciente.

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *