Mortandade de peixe no espelho d’água da Aperam

TIMÓTEO –  Na manhã desta quinta-feira (9) o leitor do JBN, Afonso de Assis, estava caminhando na Praça 1º de Maio, próximo ao lago artificial do escritório central da Aperam, quando observou dezenas de peixes mortos boiando no espelho d’água. Afonso disse que sempre observa que a água é mantida bem limpa, mas mortandade de peixe é coisa rara — destaca.

O JBN perguntou a um especialista sobre o assunto. Ele disse que nesse caso houve falta de oxigênio, pois aquele comportamento dos peixes de ficarem na superfície da água é característico disso.

A Aperam se limitou em informar que “está ciente do assunto e acionou uma equipe técnica que já está analisando as possíveis causas”.

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *