Covid-19: mais de 5 mil pessoas são vacinadas no Dia D em Ipatinga

IPATINGA 57 anos – No feriado de aniversário de Ipatinga, nesta quinta-feira (29), as Unidades Básicas de Saúde do município funcionaram de 8h às 17h para o Dia D de vacinação contra a Covid-19. A expectativa era alcançar 3,5 mil imunizações de primeira e segunda doses. Mas esse número foi superado, chegando a 1.907 aplicações da primeira e 3.430 da segunda dose, ou seja, um total de 5.337 vacinações em um único dia.

De acordo com a Secretaria de Saúde, todas as pessoas de 62 e 63 anos receberam a imunização, salvo casos em que as equipes das Unidades Básicas não conseguiram finalizar o processo de contato para agendar o atendimento.

Com a vacinação desta quinta-feira, Ipatinga atinge o expressivo número de 56.265 doses aplicadas.

O prefeito Gustavo Nunes reafirma o compromisso de vacinar a população com toda celeridade que o momento exige, destacando ainda que as medidas de estruturação adotadas na rede de saúde, com foco principal no combate à Covid-19, estão sendo fundamentais para que o município tenha êxito nas ações junto ao governo do Estado para envio de mais doses à cidade.

“Todos os dias, desde que assumimos o governo municipal, estamos trabalhando para melhorar e desafogar o sistema de saúde. Esperamos a chegada de novas doses nesta semana para concluirmos a vacinação na faixa etária acima de 60 anos e avançar para a vacinação de novos grupos prioritários”, informou o prefeito.

QUEDA NA CONTAMINAÇÃO

A Prefeitura de Ipatinga, por meio da Secretaria de Saúde, informa que após uma série de medidas adotadas para conter a pandemia no município, foi registrada uma sensível queda na taxa de transmissão da doença (Rt), de 1,5% em março para 0,8% em abril.

De acordo com o secretário de Saúde, Cleber de Faria, quando o Rt é maior que 1 normalmente inicia-se um aumento acelerado dos casos. Quando o Rt diminui (como é o caso atual), o reflexo é a queda de novos casos diários, que é o que se apresenta hoje no município de Ipatinga. “No entanto, embora tenhamos redução nos casos de contaminação, é importante ressaltar que a pandemia não está controlada e que todos os procedimentos devem ser mantidos, sendo a ajuda da população indispensável para assegurar que os índices permaneçam em queda”, observou.

Atualmente, a taxa de ocupação de leitos UTI/COVID, que já esteve no limite por vários dias seguidos no início de abril, em Ipatinga, agora está em 89%. No entanto, os números de casos graves e de óbitos continuam alarmantes e altos para o município.

A Secretaria de saúde informa que, apesar da queda nos números absolutos de casos, os pacientes que se contaminam estão ficando cada vez mais graves, o que reforça a necessidade das medidas de prevenção cada vez mais intensas.

MEDIDAS

Entre as medidas emergenciais adotadas pelo município e que interferiram positivamente nos números da pandemia em Ipatinga, estão a entrega do Centro de Atendimento à Covid (CEAC); a criação do Hospital de Campanha com equipamentos de primeira linha e concluído em tempo recorde; a intensificação da aplicação de vacinas; a implantação de oito leitos de Semi-UTI e disponibilização de 20 leitos de enfermaria Covid no Hospital Municipal Eliane Martins, além de 17 leitos de enfermaria clínica na Policlínica Municipal. Tudo com o intuito de oferecer mais qualidade no atendimento à população e alcançar melhores resultados no enfrentamento da pandemia.Covid-19: Mais de 5 mil pessoas são vacinadas no dia D em Ipatinga

 

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *