Itueta recebe veículo para fortalecer serviços de assistência social

Redação – No mês de agosto, o município de Itueta, no Vale do Rio Doce (MG), recebeu um veículo para apoio aos serviços de assistência social. A entrega faz parte do Termo de Cooperação Técnica e Financeira assinado pela Fundação Renova e municípios, com o objetivo de fortalecer os serviços de assistência social já existentes nas cidades atingidas. Será repassado também um cartão combustível.

Itueta é o sétimo município mineiro a receber o veículo. Outras seis cidades do Estado tiveram automóveis entregues: Naque, Periquito, Caratinga, Conselheiro Pena, Ipaba e Bom Jesus do Galho.

A iniciativa faz parte do Programa de Proteção Social da Fundação Renova, prevista na Cláusula 57 do Termo de Transação e Ajustamento de Conduta (TTAC), e tem como objetivo apoiar os municípios no desenvolvimento de atividades para famílias ou indivíduos atingidos pelo rompimento da barragem de Fundão que vivem em situação de vulnerabilidade social.

Durante a pandemia do novo coronavírus, as entregas previstas no Termo de Cooperação Técnica e Financeira seguem os protocolos de segurança estabelecidos pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

“Este carro vai possibilitar um melhor atendimento às famílias residentes em comunidades impactadas, que necessitam de um trabalho social. Dessa forma, a Fundação Renova contribui para que os serviços ofertados pelo Centro de Referência de Assistência Social [CRAS] possam chegar até as comunidades distantes”, afirma Maria Albanita Roberta de Lima, especialista do Programa de Proteção Social da Fundação Renova.

 Sobre a Fundação Renova

A Fundação Renova é uma entidade de direito privado, sem fins lucrativos, constituída com o exclusivo propósito de gerir e executar os programas e ações de reparação e compensação dos danos causados pelo rompimento da barragem de Fundão.

A Fundação foi estabelecida por meio de um Termo de Transação e de Ajustamento de Conduta (TTAC), assinado entre Samarco, suas acionistas Vale e BHP, os governos federal e dos estados de Minas Gerais e do Espírito Santo, além de uma série de autarquias, fundações e institutos (como Ibama, Instituto Chico Mendes, Agência Nacional de Águas, Instituto Estadual de Florestas, Funai, Secretarias de Meio Ambiente, dentre outros), em março de 2016.

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *