Prefeitura e comunidade se unem para recuperação de áreas de antigos lixões

IPATINGA – Duas áreas degradadas pela utilização indevida como pontos de descarte irregular de entulhos e lixo foram revitalizadas num trabalho conjunto da Prefeitura de Ipatinga com a comunidade, tornando-se agora agradáveis espaços de convivência.

Os locais públicos, situados nos bairros Vila Celeste e Esperança, receberam serviços de limpeza geral, com remoção de materiais acumulados e preparação de solo, seguindo-se o plantio de árvores e grama. Com o envolvimento também dos moradores, as intervenções contaram com apoio da Secretaria Municipal de Obras, empresa Infrater e Secretaria Municipal de Serviços Urbanos e Meio Ambiente.

Um dos espaços que recebeu melhorias fica no cruzamento das ruas Hortência e Lírio do Vale, no bairro Nova Esperança. O local era conhecido como ponto de descarte de inservíveis, lixo e até animais mortos, gerando grande incômodo.

O comerciante Greston Henrique de Souza conta que procurou a administração pública e propôs uma parceria para que o local se tornasse um ponto de convivência para os moradores. “Colhi assinaturas para que todos tivessem conhecimento do que estaria acontecendo e depois fui à prefeitura, que aprovou o projeto. Doei diversos materiais e a mão de obra de várias intervenções, enquanto a Prefeitura ajudou com o paisagismo, doação das mesas e cadeiras e, também, iluminação. Um local que era de descarte virou uma área de convivência para todos por meio dessa parceria”, disse.

“A Prefeitura removeu todo o entulho e fez limpeza geral da área. Em seguida, removeu o solo existente, compactado com escória, aplicou um novo à base de composto orgânico e camada de areia grossa, para plantio da grama Esmeralda”, acrescenta o secretário-Adjunto de Obras, Anderson Lage. Outras intervenções foram a aplicação de caixa de brita zero para área de brinquedos e o plantio de 12 novas árvores das espécies Ipê Amarelo, Ipê Roxo e Callistemon (também chamada de escova-de-garrafa).

Vila Celeste

Outra área que foi recuperada fica situada na rua Antonio Boaventura Batista, esquina com a rua Maria Antonieta Silveira, no bairro Vila Celeste. O espaço, de 720 metros quadrados, anteriormente utilizado para descarte de entulho, lixo e toda forma de inservíveis, recebeu da administração municipal serviços de limpeza e remoção de todo material acumulado. Logo após, ocorreram atividades de preparo do solo, com escarificação mecanizada, aplicação de composto orgânico e plantio de 92 árvores de várias espécies (acerola, amora, graviola, romã, cacau, goiaba, ipê rosa, fedegoso, flamboyant mirim e ipê de jardim).

As bordas da área receberam plantio de grama esmeralda e plantas ornamentais. “Além de tratar a área de mata ciliar, as atividades realizadas visam proporcionar à população melhores condições de saúde, considerando que o acúmulo de materiais diversos no local propicia o surgimento de insetos e doenças, gerando odor e um visual extremamente desagradáveis”, explica Rafael Fernandes Castro, diretor da Infrater, empresa que presta serviços de jardins em Ipatinga.

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *