Câmara de Ipatinga convoca suplentes para a reunião ordinária do dia 20

IPATINGA – A Câmara de Ipatinga convocou em definitivo, na tarde desta segunda-feira (18), o suplente do ex- vereador Paulo Reis, Adelson Fernandes. Paulo Reis teve sua carta de renúncia lida na reunião extraordinária do último dia 15 e já não faz mais parte dos vereadores da atual Legislatura. Adelson assume na reunião ordinária do dia 20 e já poderá nomear sua equipe que o assessorará diretamente em seu gabinete.

Outras duas convocações foram feitas aos suplentes Gustavo Nunes e Ley do Trânsito, dos vereadores Luís Márcio e Rogério Antônio Bento, o Rogerinho, respectivamente. Estes últimos assumem de forma temporária porque os majoritários eleitos e empossados estão presos e impedidos de assumir suas cadeiras no parlamento de Ipatinga.

Essas substituições se dão em razão dos vereadores terem sido presos e se tornados réus de uma ação que apura irregularidades no recebimento de parte dos salários dos assessores parlamentares nomeados nos gabinetes.

Segundo o chefe da procuradoria da Câmara, Adalton Lúcio Cunha, os suplentes também já poderão nomear suas equipes, “haja vista que os assessores de Luís Márcio e Rogerinho ficaram cuidando dos mandatos por 30 dias, conforme prevê o Regimento Interno, e foram desligados de seus cargos. Assim sendo, nada mais justo que os parlamentares ainda que em caráter provisório possam ter seus assessores”, pontuou ele.

Mais – Com a posse, Adelson assume seu 6º mandato. Seu primeiro mandato foi em 2001. Ele já passou pelo PFL, PSB, PTB e atualmente está no PROS. Adelson foi presidente do Legislativo no biênio 2003/04 e foi na sua gestão que a Câmara migrou para a atual sede.

Natural de Mutum/MG, ele veio para Ipatinga em 1974. É casado e pai de quatro filhos. Ao chegar a Ipatinga, Adelson trabalhou na pedreira da Encol e, mais tarde, foi para uma empreiteira da Usiminas. Em 1977, iniciou a vida no comércio. Já foi dono de bar, varejão e hoje trabalha com supermercado e padaria no bairro Limoeiro.

Adelson também foi prefeito de Ipatinga por um período de 14 dias, quando o então prefeito Chico Ferramenta foi representar Ipatinga no México. Como prefeito, sancionou a lei intitulada “Acesso Cidadão”, que concede passagem gratuita para os portadores de deficiência, fazendo valer uma antiga reivindicação do município.

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *