A quinta-feira foi de mutirão da Dengue no Bairro Novo Tempo

TIMÓTEO – A iniciativa é uma ação integrada do governo municipal e do Comitê Interinstitucional de Enfrentamento de Arboviroses, com a participação das secretarias

A Prefeitura de Timóteo, por Meio da Secretaria de Saúde, desenvolveu nesta quinta-feira (28) mais um mutirão contra as combate às arboviroses, que são as doenças causadas pelos vírus da dengue, zika, chikungunya e febre amarela.

A ação foi realizada no bairro Novo Tempo, na Regional Sudoeste. Essa foi a terceira mobilização de grande porte realizada somente neste ano. Anteriormente foram feitos mutirões no bairro Macuco e no Ana Rita. Além de secretários municipais, a ação contou com a presença do prefeito Douglas Willkys e do vice-prefeito José Vespasiano Cassemiro, professor Vespa.

A iniciativa é uma ação integrada do governo municipal e do Comitê Interinstitucional de Enfrentamento de Arboviroses, com a participação das secretarias e integrantes do comitê. Coordenado pela Secretaria Municipal de Saúde, o trabalho de enfrentamento inclui atividades como mutirões, campanhas educativas, ações de bloqueio e busca ativa.

As equipes visitaram as residências orientando os moradores, distribuindo material informativo, identificando e eliminando focos do mosquito Aedes aegypti, além de coletar inservíveis e recolher entulho. O mutirão tem o objetivo também de conscientizar a população destinando 10 minutos semanais para vistoriar o interior dos domicílios e assim evitar uma epidemia na cidade.

Segundo levantamento realizado pela Secretaria de Saúde, 90% dos focos foram identificados no interior das residências. No bairro Novo Tempo, o índice foi de 4,17%. Timóteo registrou 93 casos de arboviroses de janeiro de 2019 até o início desta semana: 74 notificações de dengue, 16 de chikungunya e 3 de zika vírus.

O secretário municipal de Saúde, Eduardo Morais, destacou a importância dessa ação pontual envolvendo servidores da Vigilância Epidemiológica, Sanitária, de Combate a Endemia, da Secretaria da Educação e de Obras, visando prevenir um surto ou até mesmo uma epidemia. Ele disse que o Estado de Minas Gerais registrou um aumento de mais de 200% de proliferação relacionada às arboviroses.

“Em Timóteo nós estamos avançando nas ações de prevenção. A melhor forma de prevenir doenças, surtos e epidemias é por meio da conscientização e de ações pontuais. Nós fizemos um levantamento na qual a maioria dos focos foi constatada no interior dos domicílios”, citou Eduardo. Ele citou que o Município buscou parcerias com escolas, PM, Bombeiros, igrejas e demais instituições para enfrentar o problema, uma vez que a dengue pode ser fatal.

 

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *