Cruzeiro vence Democrata e mantém liderança isolada do Mineiro

REDAÇÃO – O Cruzeiro, líder do Campeonato Mineiro, o time celeste chegou aos 16 pontos em 18 possíveis na noite desta sexta-feira (9) ao vencer o Democrata, em Governador Valadares, por 2 a 0.

Mancuello e Marcelo Hermes, um em cada tempo, marcaram os gols do triunfo, seus primeiros com o manto mais pesado do futebol mineiro.

Com cinco vitórias e um empate na competição, a Raposa agora mira o próximo adversário que será o Villa Nova. A partida será disputada no sábado da semana que vem, dia 17 de fevereiro, no Mineirão.

O jogo

O jogo se iniciou bastante movimentado. Logo aos 3 minutos, o time da casa deu um susto na defesa celeste. Após bola rebatida no meio de campo, Leandro Mota ficou com a sobra, mas foi interceptado por Fábio.

A resposta cruzeirense veio aos 9. Edilson lançou a bola para Fred, que fez o giro e chutou com perigo. A bola tirou tinta do travessão.

Controlando as ações da partida, a Raposa chegou ao seu primeiro gol aos 17 minutos. Robinho tentou o cruzamento, a zaga afastou e Mancuello aproveitou a sobra em arremate de primeira, na entrada da área. A bola caprichosamente desviou no zagueiro adversário e morreu no canto direito do goleiro Ramon: 1 a 0 Cruzeiro.

Atrás no placar, o Democrata tentou o empate aos 23. Depois de jogada criada pela esquerda, Marcinho desviou o cruzamento e Fábio fez mais uma grande intervenção.

A equipe estrelada chegou bem mais uma vez ao ataque aos 32. Rafinha fez jogada envolvente pela direita e cruzou para Robinho. O camisa 19 dominou e chutou colocado, mas parou no goleiro do time da casa.

Bem postado em campo, o time de Mano Menezes fez uma atuação de segurança na parte final da primeira etapa e foi para o vestiário com uma vitória parcial de 1 a 0.

Segundo tempo

Na volta para a etapa complementar, a primeira oportunidade foi do Democrata. Kayo infiltrou pelo meio, limpou a jogada e arriscou de fora da área. Atento, Fábio espalmou para escanteio.

A resposta azul veio com Fred. Mancuello fez belo cruzamento da esquerda e o camisa 9 cabeceou com perigo, pela linha de fundo. Aos 13 minutos, Edilson foi substituído por Lucas Romero.

Figura atuante no jogo, Fábio fez um milagre aos 15 minutos. Após cobrança de falta, o camisa 1 celeste fez excepcional defesa em cabeçada de Carlão. Mano Menezes promoveu a segunda mudança no time ao colocar Ariel Cabral na vaga de Mancuello, aos 20 minutos.

Atuando pela primeira vez com a camisa celeste, o lateral esquerdo Marcelo Hermes fez um golaço aos 31 minutos. O camisa 25 recebeu a bola na intermediária, driblou o jogador adversário e chutou forte, no ângulo esquerdo, sem chances para o goleiro Ramom: 2 a 0 para o Maior de Minas.

Três minutos depois, mais uma jogada envolve do ataque cinco estrelas. Em sua primeira jogada, Rafael Sóbis, que há pouco entrara no lugar de Arrascaeta, cruzou a bola para Fred. O centroavante azul escorou para Robinho, que rolou de letra para Rafinha. Na entrada da área, o camisa 18 arrematou com categoria, mas a bola saiu pela linha de fundo.

Um dos destaques do Cruzeiro na partida, Fábio fez mais duas grandes defesas em sequência, em finalizações de Marcelo Júnior e Fernando.

Nos minutos finais, a Raposa quase ampliou o placar. Em bola rebatida pela defesa adversária, Henrique pegou a sobra, dominou no peito e chutou com perigo, à esquerda da meta adversária. Este foi o último lance agudo do jogo, que terminou com mais uma vitória cinco estrelas.

DEMOCRATA 0 X 2 CRUZEIRO
Motivo: 6ª rodada do Campeonato Mineiro
Data: 09/02/2018 (sexta-feira)
Local: Estádio José Mammoud Abbas, em Governador Valadares-MG
Árbitro: Antônio Márcio Teixeira da Silva-MG (CBF-FMF)
Público:
Renda: R$
Gol: Mancuello, aos 16 minutos do 1º tempo; Marcelo Hermes, aos 31 minutos do 2º tempo
Democrata: Ramom; Mike (Marcelo Rosa), Jefão, Carlão e Wallace; Ruan, Wallisson (Marcelo Júnior) e Kayo; Fernando, Marcinho e Leandro Mota (Jones). Técnico: Gilmar Estevam
Cruzeiro: Fábio; Edilson (Lucas Romero), Léo, Manoel e Marcelo Hermes; Henrique, Mancuello (Ariel Cabral) e Robinho; De Arrascaeta (Rafael Sóbis), Rafinha e Fred. Técnico: Mano Menezes
Cartão amarelo: Wallace (Democrata)

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *