Belo Oriente inicia ano letivo com projeto de apoio do Instituto Cenibra

BELO ORIENTE – Em Belo Oriente, o ano letivo nas 15 unidades escolares do município começa nesta segunda-feira (19) com um reforço importante para os mais de 4.320 alunos inscritos na rede de ensino. Mais de 200 professores e pedagogos foram capacitados pelo Projeto Cultural “Criança que lê constrói uma sociedade melhor a cada página”, uma iniciativa da psicanalista Marli Andrade e do gestor Paulo Henrique, com realização do governo federal através do Ministério da Cultura, com patrocínio e apoio do Instituto Cenibra.

Nesta sexta-feira (16), professores da educação infantil e ensino fundamental de Belo Oriente receberam o kit escolar que será utilizado durante o ano no Programa de Educação Continuada, implantado pela Prefeitura Municipal. Eles foram qualificados com base em ações técnicas, oficinas, conceitos, estratégias, experiências e práticas psicossociais e psicomotoras para a construção do ambiente psicossocial-motor-alfabetizador, como explica Marli Andrade.

Ensinar melhor

Para Lilian de Lima Carvalho dos Anjos, secretária Municipal de Educação de Belo Oriente, o projeto desenvolvido em parceria com o Instituto Cenibra foi tão bem aceito pela comunidade escolar que está tendo continuidade em 2018. “Os profissionais da educação infantil e fundamental participaram de atividade que dialoga sobre a inserção do incentivo à leitura e da ludicidade como vetores do desenvolvimento das crianças da primeira infância”, disse.

“Belo Oriente implantou um método de trabalho que melhorou a qualidade de ensino. Os professores passaram a utilizar o Projeto Criança que Lê como apoio de suas atividades. Entendemos que a diferença dos homens está na leitura. Portanto, quem informa mais, conhece mais e tem condições de ensinar melhor”, afirmou Lilian dos Anjos, que, ao lado do vereador Vaguim da Borracharia, representou o prefeito Hamilton Rômulo, que cumpriu uma agenda fora do município.

Intenções

Como pedagoga, a vereadora e presidente da Câmara Municipal, Nacife Menezes, vê com bons olhos a iniciativa, que faz parte do Protocolo de Intenções assinado em abril de 2017 entre a administração municipal e o Instituto Cenibra. “O projeto permitiu que as crianças tivessem contato com material educativo. Acreditamos, sim, que a criança educada num ambiente cultural é capaz de interferir positivamente na formação das gerações futuras. Com a manutenção do projeto e a valorização do profissional da Educação, Belo Oriente está dando mais um passo rumo a implantação da Escola em Tempo Integral, um sonho para todos os moradores do município”, destacou. Nacife esteve acompanhada dos vereadores Vaguim da Borracharia, Rivaldo, Tião Faria, e Kará.

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *