Após temporal, Defesa Civil de Timóteo contabiliza prejuízos e falta de energia

TIMÓTEO – A chuva que caiu no município na tarde de sábado passado (27), acompanhada de fortes ventos, provocou a queda de árvores, destelhamentos e a interrupção do fornecimento de energia em vários bairros do município. Conforme contabilizado pela Defesa Civil de Timóteo até à tarde desta segunda-feira (29), o sinistro ocasionou a queda de 16 árvores, sendo que duas atingiram residências, mas não colocaram em risco a estrutura das moradias. Não houve vítimas em nenhuma das ocorrências registradas a partir de sábado.

No domingo, pela manhã, a Prefeitura de Timóteo atendeu à justiça eleitoral fornecendo geradores para o funcionamento das urnas eletrônicas, nos locais atingidos pela interrupção de energia. A Defesa Civil de Timóteo, juntamente com a equipe da Secretaria de Obras, esteve reunida com o prefeito de Timóteo, Douglas Willkys, às 16h, do domingo, para o detalhamento das ocorrências e a definição das ações a serem tomadas para dar continuidade aos trabalhos iniciados no final de semana.

O prefeito Douglas, o vice-prefeito Vespa, o vereador Geraldo Gualberto, em visita ao Bairro Bandeirantes

No decorrer do dia, a Defesa Civil, com uma equipe de oito profissionais providenciou o corte das árvores caídas, cujas galhadas começaram a ser recolhidas nesta segunda-feira (29). Foram disponibilizados três caminhões para o serviço e a previsão é de que o recolhimento termine na terça-feira. O prefeito de Timóteo determinou que a Secretaria de Obras, de forma prioritária, faça nos próximos dias a poda de árvores próximas aos fios de energia para evitar novos danos à rede elétrica.

CADASTRO DE FAMÍLIAS

Em relação ao destelhamento, foi determinado que a Secretaria de Assistência Social faça o cadastro das famílias atingidas, observando-se o critério sócio-econômico. Àquelas famílias que atenderem esse critério terão acesso ao fornecimento de telhas pela Prefeitura de Timóteo. De forma imediata, foram distribuídas lonas para as moradias atingidas. Nesta segunda-feira, já foram fornecidas cerca de 80 telhas para oito famílias que passaram pela avaliação da Assistência Social. A Defesa Civil explica que, no caso de destelhamento de terraços, não é feita a reposição de material.

Conforme a Defesa Civil, a queda de árvores atingiu duas moradias, uma na Rua Maçaranduba, no bairro Recanto Verde, e outra no Beco Santo Agostinho, no Bairro dos Vieiras, que não colocaram em risco à estrutura das residências nem os moradores. Como é uma operação mais complexa, a retirada das árvores por profissionais capacitados deverá acontecer até quarta-feira.

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *