Sem pagamento, cabos eleitorais invadem comitê de campanha de Carlos Vasconcelos. O candidato acusa a morosidade bancária

TIMÓTEO – Nesta quarta-feira (27), diversos cabos eleitorais da campanha do candidato a prefeito Carlos Vasconcelos e do vice-prefeito Vaguim Perdigão, causaram o maior tumulto no Comitê da Coligação, na Praça 1º de Maio, Centro Comercial da Alameda 31 de Outubro, Centro Norte da cidade de Timóteo. Mesmo com a presença da Polícia Militar, os protestos continuaram.

Os cabos eleitorais exigiam o pagamento dos serviços prestados aos candidatos derrotados na eleição extemporânea do último domingo (24). O JBN conseguiu apurar que a coligação ofereceu a cada trabalhador a quantia de R$32,00 por dia trabalhado.

Segundo informações apuradas no local do protesto, a Coligação de Carlos Vasconcelos havia prometido o pagamento para a última segunda-feira (25), mas não cumpriu o compromisso. No entanto, a situação perdura, já que a coligação não conseguiu equacionar o problema, mesmo afirmando que os recursos para saldar o compromisso estejam em conta bancária.

Por telefone, o candidato do PCdoB, Carlos Vasconcelos, disse ao JBN que o tumulto aconteceu devido à morosidade dos bancos no que diz respeito à emissão de cheques. Ele afirmou que nenhum prestador de serviço ficará sem receber. Vasconcelos garantiu que mesmo diante do episódio, alguns pagamentos já estão sendo feitos.

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *