O primeiro dia de greve dos servidores públicos de Timóteo, afetou a realização de exames laboratoriais

TIMÓTEO (Foto PCReis) – A greve dos Servidores Públicos da Prefeitura de Timóteo iniciada nesta segunda-feira (20), na avaliação do sindicato da categoria, contou com uma boa adesão dos trabalhadores. Na parte da manhã a participação foi mais efetiva. Na parte da tarde os servidores ficaram mais dispersos. No Paço Municipal o funcionamento foi normal. Na Secretaria de Saúde, o JBN foi informado que os exames laboratoriais de rotina foram prejudicados. O setor de vacinação funcionou normalmente.

O prefeito Douglas Willkys publicou um vídeo no final da tarde para pedir a sensibilidade dos servidores quanto a situação momentânea da prefeitura. Ele também voltou a informar que a saúde financeira da prefeitura, se apresenta comprometida com dívidas herdadas de outras administrações, tais como: Copasa e Precatórios.

“Definimos através de estudos da Controladoria Geral o índice de 3%, como aquele possível de ser realizado, dentro da ótica da Lei de Responsabilidade Fiscal. Com ele, vamos chegar a 53,68%, bem próximo dos 54% a ser ofertado. Ainda, pedimos 90 dias para continuar os estudos e retomar a discussão junto ao sindicato da categoria”, disse o prefeito.

A direção do Sinsep, sindicato da categoria, falou ao JBN no final da tarde deste primeiro dia de greve, que os servidores manterão a paralisação até que a prefeitura apresente uma evolução na proposta de 3% até então apresentada.

Na Câmara de Vereadores, durante sessão Ordinária da Casa Legislativa, a diretoria do Sinsep informou aos vereadores a situação da categoria em greve. O presidente da Câmara, vereador Adriano Costa Alvarenga (PMB), segundo informou Israel dos Passos Arcanjo, diretor Financeiro do Sinsep, disse da tribuna da Casa, durante o Grande Expediente, que não votará nenhuma matéria enviada pelo Executivo Municipal, até que a situação entre prefeitura e servidores, se resolva.

Entenda o caso

A decisão para o movimento grevista dos servidores se deu em assembleia na última terça-feira (14). O Sinsep, sindicato da categoria, comunicou na última quinta-feira (16) ao prefeito Douglas Willkys, a decisão da assembleia.

Antônio Martins, presidente do Sindicato dos Servidores Públicos de Timóteo – Sinsep, disse que a  categoria “sabe” que a proposta de 3% apresentada pela atual Administração pode ser melhorada.

Na mesa de negociação, a primeira proposta apresentada pela prefeitura foi de 1,69%. Já na segunda proposta houve a evolução para 3%. A categoria aceitou os 3%, mas apresentou uma nova proposta: 3%, mais 1% ao mês, até abril de 2019.

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *