Fabriciano vai cadastrar e acompanhar pacientes hipertensos e portadores de diabetes

FABRICIANO – A Prefeitura de Coronel Fabriciano, por meio da Secretaria de Governança da Saúde, iniciou no mês de julho o recadastramento do Hiperdia, programa criado pelo Ministério da Saúde que visa cadastrar e acompanhar pacientes hipertensos e portadores de diabetes atendidos na rede ambulatorial do Sistema Único de Saúde (SUS). As primeiras Unidades Básicas de Saúde (UBS’s) que realizaram a atualização dos dados são as unidades do Morro do Carmo, Centro, Caladão e Caladinho de Cima.

No entanto, a procura desses pacientes pelas UBS’s tem sido baixa, uma vez que aproximadamente 500 pessoas realizaram o recadastramento neste primeiro mês. Nesta semana, o município reforça o recadastramento do programa nos bairros Centro, Santa Helena, Professores e arredores, convocando os moradores para comparecerem na Unidade do Centro.

O Secretário de Governança da Saúde, Ricardo Cacau, conta que é importante conhecer mais de perto os pacientes atendidos pelo SUS e convida a todos os moradores da Região Central a comparecerem na UBS do Centro. “Precisamos saber quem são essas pessoas. Qual o perfil delas, quais usam insulina ou usam somente medicamentos, quantos são hipertensos e quais medicações eles usam. Por isso, o paciente deve procurar a Unidade e garantir seus benefícios, especialmente os moradores do Centro, onde vamos focar durante os próximos dias”, afirma.

A previsão é de que em seis meses todos os pacientes sejam recadastrados, ressaltando que o Hiperdia garante vários benefícios aos pacientes cadastrados, como medicamentos, consultas, acompanhamento, solicitação de exames laboratoriais, medidas antropométricas, frequência das consultas médicas e de enfermagem, além de fazer a classificação de risco do paciente. Atualmente, Fabriciano possui cerca de 15 a 17 mil hipertensos e diabéticos, e com o recadastramento, esses números serão atualizados.

Recadastramento

Para fazer o recadastramento o paciente deve procurar a UBS mais próxima de sua residência e ter em mãos um comprovante de endereço, o Cartão do Hiperdia, o Cartão do SUS, o CPF e apresentar um documento com foto. Caso o usuário tenha dúvidas, basta procurar também o agente comunitário de saúde referente ao seu bairro.

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *