CMT aprova matérias de proteção a recém-nascidos, dependentes químicos e desportistas

TIMÓTEO (Foto ACSCMT) – Na pauta da 12ª sessão Ordinária da Câmara Municipal de Timóteo (CMT), realizada no último dia 16, sem a presença do presidente Adriano Costa Alvarenga (PMB), em viagem particular, que deveria está retornando ao Legislativo após interinidade no Executivo, diversas matérias foram apreciadas. A sessão foi presidida pelo vice-presidente, vereador Luiz Perdigão.

Entre as matérias apreciadas pelos parlamentares Timotenses, foi aprovado em primeira discussão e votação, o Projeto de Lei nº 4.138, de 18 de julho de 2018, de autoria do vereador Moacir de Castro, que “dispõe sobre a inserção do tipo sanguíneo e do fator Rh do recém-nascido e de sua genitora, juntamente com os demais elementos identificadores de nascimento, nas unidades hospitalares ou maternidade do município de Timóteo”.

A matéria trata de mais um mecanismo para evitar casos de troca ou desaparecimento de recém-nascidos nas unidades hospitalares ou maternidades do município, pois o registro feito com a “tipagem sanguínea” impedirá uma possível falsificação documental do desaparecido.

Ainda, o tipo sanguíneo pode favorecer a alta hospitalar segura para a mãe e o recém-nascido, além de garantir a saúde em eventuais riscos de acidentes que possam ocorrer futuramente.

 SEMANA BRANCA

Também de autoria do vereador Moacir de Castro, foi aprovado em primeira discussão e votação, o Projeto de Lei nº 4.136, de 18 de junho de 2018, que “institui, no âmbito do município de Timóteo, a semana branca, que consiste na semana de promoção da saúde bucal, e dá outras providências”.

A matéria insere a Semana Branca no calendário oficial de eventos do município, tendo início no dia 22 de setembro, o que consiste na promoção da saúde bucal, destinada à toda comunidade de Timóteo. Profissionais capacitados farão campanhas de orientação à população em locais públicos, promovendo a educação do cidadão, com objetivo de incentivar a prevenção ou promover diagnóstico precoce das doenças ou condições odontológicas consideradas de maior ocorrência na cavidade bucal e portanto, de interesse no âmbito da saúde coletiva.

 INCENTIVO

Outra matéria aprovada, em primeira discussão e votação, foi o Projeto de Lei nº 4.137, de 18 de junho de 2018, que “institui o Selo ‘Empresa Consciente’ no âmbito do município de Timóteo”, de autoria da vereadora pastora Sônia Andrade. O objetivo do projeto é abrir a possibilidade de convite às pessoas físicas e jurídicas de comporem o quadro de patrocinadores de projetos culturais, esportivos e assistenciais.

Com a institucionalização desse convite o patrocínio das atividades das organizações da sociedade civil de Timóteo será premiado, sobretudo, daquelas pessoas e instituições que prestam relevantes serviços à população nas áreas do desporto, da cultura, da proteção às crianças e adolescentes e aos idosos, cujo financiamento da finalidade social pode ser parcialmente pela iniciativa privada, através de renúncias fiscais previstas, principalmente, nas legislações do Imposto de Renda e do ICMS mineiro.

DEPENDÊNCIA QUÍMICA

O vereador Luiz Perdigão é o autor do PL nº 4.139, de 03 de julho de 2018, aprovado em primeira discussão e votação. Ele “dispõe sobre a Instituição do Programa “Emprego Cidadão” aos participantes de programas de tratamento de dependência química no município de Timóteo e cria o Selo “Ressocializa” às empresas contratantes e dá outras providências”.

O Programa “Emprego Cidadão” visa dar cumprimento à Politica Nacional para inclusão social da população em situação de recuperação, priorizando o acesso ao trabalho como forma de inclusão e resgate de outros direitos básicos, de modo que haja um percentual das vagas em aberto nas empresas de grande, médio e pequeno porte na cidade de Timóteo, destinadas aos dependentes químicos que estejam em tratamento em casas de Recuperação, ONGS, e demais entidades.

 PROJETO VOTADO EM SEGUNDO TURNO

Em segunda discussão e votação foi aprovado o Projeto de Lei nº 4.135, de 05 de junho de 2018, de autoria do vereador Raimundo Nonato. A proposição “dá denominação de Rua Martin Pescador à via pública que menciona, no bairro Macuco, e dá outras providências”. O objetivo é nominar a referida via pública, garantindo aos moradores locais a regularização junto aos Correios para que seja providenciado o Código de Endereçamento Postal.

 

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *