42 Prefeituras fechadas: AMVA vê êxito em protesto contra retenção de verbas dos municípios

IPATINGA – As prefeituras dos quatro municípios que compõem a Região Metropolitana do Vale do Aço (Cel Fabriciano, Ipatinga, Santana do Paraíso e Timóteo) fecharam as portas nesta sexta-feira (3), em protesto contra a retenção de recursos da saúde, educação e assistência social pelo governo de Fernando Pimentel. A adesão ao movimento, deliberado no Fórum Emergencial da Saúde, Educação e Assistência Social, realizado em Governador Valadares, foi de 100%.

Já no Colar Metropolitano, dos 24 municípios de atuação da AMVA, apenas sete funcionaram normalmente. “Em todos os demais só funcionou o serviço essencial”, comentou o presidente da associação e prefeito de Entre Folhas, Ailton Silveira, o “Ailtinho” (PMDB). Ele lembrou que 21 prefeituras (de um total de 22) filiadas à Associação de Municípios da Microrregião do Rio Doce (Ardoce) também fecharam as portas e que novas paralisações estão previstas para as próximas sextas-feiras (10 e 17).

Ailtinho disse que, apesar de o movimento coincidir com o período eleitoral e ser feito por prefeitos, não se trata de um ato político. “Essa ação vai muito além de uma ação político-eleitoral, pois algumas prefeituras já estão com o pagamento dos professores atrasado. Acredito que, já na próxima semana, a direção do Fórum Emergencial conseguirá abrir o diálogo com o governo de Minas para que não tenhamos que repetir o ato nas duas próximas sextas-feiras”, concluiu o presidente da AMVA.

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *