sexta-feira, março 1, 2024
CidadesDestaques

Programa Descubra é apresentado ao empresariado ipatinguense

Operacionalizada em parceria com o Ministério Público, iniciativa é um instrumento de capacitação e inserção no mercado de trabalho de jovens em cumprimento ou egressos de medidas socioeducativas, assim como aqueles em situação de acolhimento institucional ou resgatados de situação de trabalho infantil

IPATINGA – Num trabalho de divulgação da iniciativa e busca de adesões, aconteceu nesta quarta-feira (30), no auditório do SEST/SENAT, localizado no Parque Caravelas, em Santana do Paraíso, um café com empresários locais, promovido pelo comitê gestor do Programa Descubra. O evento foi coordenado pela Secretaria Municipal de Assistência Social de Ipatinga, juntamente com o Ministério Público do Trabalho (MPT) e Ministério Público Estadual (MPE).

“Após a adesão ao programa, em setembro de 2021, o município entrou na fase de apresentá-lo ao empresariado ipatinguense, e é isto que estamos fazendo agora”, comentou a secretária de Assistência Social de Ipatinga, Jany Mara Bartolomeu, para acrescentar em seguida: “O Descubra é um interessante instrumento de capacitação e inserção no mercado de trabalho de jovens em cumprimento ou egressos de medidas socioeducativas, assim como aqueles em situação de acolhimento institucional ou resgatados de situação de trabalho infantil. Creio que demos mais um grande passo nessa causa tão importante que é o amparo à criança e ao adolescente”.

O Descubra é um programa de incentivo à aprendizagem em Minas Gerais, que visa a promoção de crianças e adolescentes em condição de vulnerabilidade social por meio de ações organizadas de capacitação e qualificação profissional.

O secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo de Ipatinga, Dijalma Barroso, fez um apelo ao empresariado ipatinguense para abraçar a causa: “Essa apresentação é o primeiro passo para que os empreendedores da cidade possam conhecer um pouco mais sobre o Descubra e, assim, darem oportunidades às nossas crianças e adolescentes para que possam ser reinseridos na vida social”, pontuou.

 A origem

O programa surgiu em 2018, por meio de um alinhamento da Rede de Promoção de Defesa dos Direitos das Crianças e Adolescentes de Belo Horizonte com gestores públicos, empresas, Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac).

O termo de cooperação que instituiu o Descubra foi assinado em agosto de 2019. O avanço do programa, porém, se deu com a entrada do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), que por meio das Promotorias de Defesa da Criança e Adolescente avançou com a causa em cidades do interior.

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *