sexta-feira, março 1, 2024
DestaquesEducação

Prefeito Gustavo Nunes e Comissão de Saúde da Câmara visitam Clínica-Escola do Autista em Itaboraí (RJ)

O presidente da Comissão de Saúde da Câmara Municipal de Ipatinga, vereador Daniel (PSD), o prefeito Gustavo Nunes e o secretário de Educação, Sergio Mendes Pires, na sede da Clínica-Escola do Autista, em Itaboraí

Ipatinga – O projeto pioneiro de Clínica-Escola do Autista, que integra ações das Secretarias Municipais de Saúde e de Educação, da Prefeitura de Itaboraí, município do Estado do Rio de Janeiro, servirá de modelo para implementação de projetos semelhantes em Minas Gerais.

Nesta quinta-feira (25/02), o presidente da Comissão de Saúde da Câmara Municipal de Ipatinga, vereador Daniel (PSD), juntamente com o prefeito Gustavo Nunes e o secretário de Educação, Sergio Mendes Pires, estiveram na sede da Clínica-Escola, em Itaboraí, para conhecerem a estrutura do projeto e estudar todo o passo a passo da regulamentação para abrir uma unidade em Ipatinga.

A clínica-escola é referência nacional de inclusão do autista

As autoridades de Ipatinga foram recebidas pela idealizadora do projeto e supervisora geral, Berenice Piana, a diretora da Clínica-Escola do Autista, Carmem Lúcia Coutinho; a primeira-dama, Pamela Delaroli; o secretário municipal de Educação, Mauricílio Rodrigues de Souza; o secretário municipal de Trabalho e Renda, Eudinei Dias de Oliveira e o ouvidor geral do município, Faustino Alonso Rodriguez.

“Desde o início, a nossa intenção era multiplicar o modelo da clínica-escola para todo Brasil e proporcionar mais acolhimento às famílias dos autistas. Aqui temos em um só espaço físico acompanhamentos das rotinas terapêuticas e educacionais, promovendo, assim, a inclusão dos autistas na sociedade. Ser um modelo para outras cidades é uma felicidade imensa. Vamos ajudar no que for necessário”, disse Berenice Piana para os presentes durante as boas-vindas aos visitantes.

Fundada desde 2014, a unidade clínica escola do Autista possui atualmente 185 alunos/pacientes inscritos em diversas modalidades terapêuticas, como psicologia, fisioterapia, psicopedagogia, fonoaudiologia, terapia ocupacional e também com acompanhamento nutricional, assistência social e neurológica. Cada atendimento é especializado, individual e adaptado.

“A Clínica-Escola do Autista é motivo de orgulho para Itaboraí. Queremos inclusive implementar núcleos do projeto em outros distritos da cidade”, contou o secretário municipal de Educação de Itaboraí, Mauricílio de Souza.

Na ocasião, o vereador Daniel e o prefeito Gustavo Nunes convidaram a primeira-dama, Pamela Delaroli, e a supervisora Berenice Piana para visitar Ipatinga e participar da apresentação do projeto, em Ipatinga. Pamela agradeceu o convite e ainda aproveitou para ressaltar que o prefeito Marcelo Delaroli pediu desculpas pela ausência, por estar em Brasília.

O vereador Daniel destacou a importância do apoio da cidade fluminense na implantação do modelo em Ipatinga. “Viemos conhecer a clínica-escola que é referência nacional de inclusão do autista. Contamos com o auxílio de Itaboraí para aprovarmos um projeto semelhante para Ipatinga e região do vale do aço”, disse o vereador Daniel.

Segundo o prefeito Gustavo Nunes, Ipatinga pode ser um dos primeiros municípios do Estado a adotar o projeto. “Queremos ser a primeira cidade mineira a implementar também uma unidade voltada para os autistas, mas eu sei que outra cidade mineira também já buscou essa orientação aqui”, destacou o prefeito de Ipatinga, Gustavo Nunes, que se referiu à cidade mineira de Barbacena, que também conversa com a direção da unidade itaboraiense para reproduzir o modelo.

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *