Secretários da Prefeitura de Timóteo apresentam balanço do enfrentamento à Covid-19 na Câmara

Foto PCReis/JBN

TIMÓTEO – Os secretários de Saúde – Eduardo Morais; da Fazenda – Anderson Moura; Procurador Geral – Fabrício Araújo; da Comunicação – Fernando de Paula, realizaram nesta quinta-feira (6) a prestação de contas da Secretaria Municipal de Saúde sobre o enfrentamento à pandemia por Covid-19 em Timóteo. Eles esclareceram dúvidas sobre os recursos recebidos e investidos no enfrentamento ao coronavírus. Na oportunidade, Eduardo Morais abordou sobre a estrutura médica-hospitalar existente; número de leitos clínicos, de UTI Covid-19; números de atendimentos, dentre outros.

Segundo dados da Secretaria Municipal de Saúde, para o enfrentamento à pandemia o Município recebeu até o momento o total de R$ 10.826.318,81, sendo R$ 9.034.318,81 recebidos em 2020 e R$1.792.000,00 referentes a 2021. As despesas totalizaram até a presente data R$ 7.999.512,84, dos quais R$ 6.802.693,66 foram investidos em 2020 e R$ 1.196.819,18 em 2021. O investimento de recursos com comunicação e divulgação das ações de combate ao coronavírus foram da ordem de R$ 201.739,00.

Em um ano de pandemia foram realizados 35 mil atendimentos de casos relacionados ao vírus e 250 atendimentos pelo SAMU – neste caso a partir de dezembro de 2020. Já em relação às taxas de ocupação dos 20 leitos de UTI Covid-19 neste ano foi a seguinte: de 67,10%  em Janeiro; 82,76% em fevereiro; e  96,38% em Março. De acordo com o secretário, em 4 de Maio, a taxa de ocupação dos leitos era de 50% no Hospital e Maternidade Vital Brazil. “Atualmente o momento é mais confortável do ponto vista epidemiológico, mas continua exigindo cuidados”, ponderou o secretário.

No Centro de Referência ao Enfrentamento à Covid-19, localizado no Bairro Olaria, onde existem 18 leitos clínicos foram 1.629 atendimentos em Fevereiro; 4.369 em Março; 1.367 em Abril;  e no mês de Maio foram acolhidos 163 moradores até o momento. Ao mesmo tempo o Município adquiriu  2,5 mil testes de RT-PRC e 26,5 mil testes rápidos.

Já o Programa Remédio em Casa beneficiou mais de 35 mil usuários do sistema de saúde com a entrega de 1.032.957 de medicamentos em Janeiro; 1.007.056 em Fevereiro; 1.155.238 de remédios levados em domicílio no mês de Março.

O Plano de Vacinação Municipal também foi apresentados durante a reunião na Câmara. Até o início da semana, o Município havia recebido 23.539 doses de vacinas e aplicado 20.441 doses. O percentual de vacinação em Timóteo em relação a sua população, conforme o secretário de Saúde,  é de 22,07%, acima da média de Minas que é de 20% e do Brasil, que já vacino 17,93% de brasileiros.

 

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *