“Operação Tolerância Zero”: Polícia Militar de Timóteo tá na cola das motos barulhentas no trânsito

Timóteo – A Polícia Militar de Timóteo início na última semana a “Operação Tolerância Zero” contra as motos “estaladeiras”  que andam tirando o sossego da população Timotense. O objetivo da operação é o de aferir o nível de ruído dos escapamentos das motos em circulação na cidade de Timóteo, especialmente de motos com escapamentos alterados, e, assim, coibir o crime de poluição sonora.

O Tenente Vitor Prado, da 85ª Companhia PM, disse ao JBN que vem programando desde o último mês de dezembro a operação para  combater os abusos de motoqueiros com a descarga livre ou a falta do filtro de ar, que mesmo com o escapamento original, provoca barulho.

Existem duas legislações distintas sobre esses exageros do barulho produzido pelas motocicletas. Uma é diretamente relacionada às modificações feitas nos veículos sem alterar o documento. A outra é sobre a falta de manutenção no veículo. Segundo dados do Departamento de Trânsito do Estado de Minas Gerais, condutas como as citadas acima somaram milhares de infrações em 2020. O relatório ainda não está fechado.

De acordo com o artigo 230, parágrafo VII, do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), conduzir o veículo com alguma característica alterada, seja ela cor ou até mesmo o escapamento, é uma infração de trânsito grave, gerando ao condutor uma multa no valor de R$195,23 e medida administrativa, ficando o veículo retido para regularização.

No mesmo artigo, porém no parágrafo XI, existe outra infração: a condução de veículos com descarga livre ou silenciador de motor de explosão defeituoso, deficiente ou inoperante. A descarga livre ocorre quando o escape está apenas com um cano, sem nenhuma espécie de abafador ou silenciador, aumentando ainda mais o ruído do escapamento. Caso o condutor não resolva o problema no momento da autuação, poderá pagar multa de R$127,96, referente à infração média.

 

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *