Ipatinga amplia instruções para profissionais da saúde com técnicas de assistência a doentes de Covid

IPATINGA – A Prefeitura de Ipatinga, em parceria com Univaço – União Educacional do Vale do Aço, está realizando até o dia de 30 abril uma jornada de capacitação e treinamento para profissionais da Rede de Saúde Municipal quanto ao manejo de situações clínicas relacionadas à Covid-19.

O treinamento teve início nesta segunda-feira (12) e tem como objetivo enriquecer a preparação dos profissionais que estão na linha de frente do combate à Covid-19, com foco na redução dos números de pacientes fatais e também de danos permanentes causados pela doença.

A qualificação é destinada a médicos, enfermeiros e técnicos em enfermagem ligados ao Hospital Municipal Eliane Martins (HMEM) e à Unidade de Pronto Atendimento (UPA), além de alunos do internato da faculdade (dois últimos anos do curso de medicina). Ao todo, 492 pessoas participam das palestras, oficinas e simulações.

Na capacitação, estão sendo abordadas técnicas de intubação, manejo clínico e ventilação na Covid-19.

O secretário de Saúde do município, Cleber de Faria, destaca a importância desta parceria com a faculdade para capacitar os profissionais mobilizados no atendimento aos casos de Covid, ressaltando que valiosos conhecimentos são agregados, tendo em vista a experiência dos profissionais especializados que estão ministrando o curso.

“É dessa forma que o município está trabalhando. Além de várias outras frentes de combate à pandemia, estamos preocupados em cada vez mais fortalecer, dar segurança e conhecimento para quem trabalha diretamente no atendimento à Covid”, informa o secretário.

De acordo com a coordenadora adjunta do curso de medicina da Univaço, responsável pela capacitação, Mariana de Souza Furtado, PhD e médica especialista em endocrinologia, o impacto do treinamento para os trabalhadores que estão na linha de frente propicia melhores experiências em situações reais de atendimento.

“Temos na faculdade um Centro de Simulação equipado para esse tipo de treinamento, que contempla a avaliação inicial e reconhecimento da gravidade dos pacientes diagnosticados com a Covid-19, intubação, instalação da ventilação mecânica e tratamentos com embasamento científico”, informou Mariana.

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *