IPATINGA 57 anos: Otimista quanto ao futuro, Prefeito Gustavo Nunes se emociona nas celebrações do aniversário

IPATINGA 57 anos – Ao som do hino de Ipatinga, executado por educadores musicais da rede de ensino local após um minuto de silêncio em homenagem às vítimas de Covid-19, o prefeito Gustavo Nunes abriu na manhã desta quinta-feira, 29 de abril, na Praça dos Três Poderes, com hasteamento da bandeira do município, as celebrações pelo 57º aniversário de emancipação da cidade, que neste ano ocorrem de maneira completamente atípica em função das limitações impostas pela pandemia. A solenidade contou ainda com a presença do vice-prefeito Alexsandro Espírito Santo, vários secretários e adjuntos da Prefeitura, além do presidente do Legislativo, vereador Toninho Felipe.

Tradicionalmente entoada em datas festivas nas escolas municipais, a música que homenageia Ipatinga é um marco memorável da história da cidade. Sob encomenda para a posse do interventor Délio Baeta – ocorrida no antigo Cine Ipanema –, que foi indicado para a chefia do Executivo em 1964, ano da Revolução, a letra foi escrita por uma professora pioneira, Maria Weber de Oliveira, hoje com 89 anos de idade. Conhecida como dona “Bizuca”, ela também lecionou e foi diretora do primeiro educandário pós-emancipação, a Escola Manoel Izídio, no Centro, que recebeu este nome em tributo ao carvoeiro da Belgo-Mineira e dono da fazendinha que a abrigava. A melodia é de Ana Letro Staacks, também professora e pianista, natural de Jaguaraçu. Apesar da canção ter se tornado praxe em eventos do município desde o início da década de 60, somente em 2013 foi oficializada como hino, por meio de projeto votado na Câmara, uma iniciativa do então presidente Arcanjo Evangelista Pascoal, filho do pioneiro João Valentim Pascoal.

Momento emocionante

“Com o apoio de uma equipe muito comprometida, temos trabalhado intensamente, desde que iniciamos o mandato, para proporcionar melhor qualidade de vida para a população, alcançando bons resultados em diversas áreas, como demonstramos na prestação de contas de nossos primeiros 100 dias de governo. Mas diante do contexto que estamos vivendo hoje, com tantas vidas ceifadas por essa doença terrível que abala o mundo, não faria o menor sentido promovermos festa e tampouco desrespeitar os protocolos sanitários, até mesmo em respeito ao luto de inúmeras famílias. De qualquer forma, como filho desta cidade e tendo recebido dos moradores essa honrosa missão de dirigir os seus destinos, devo dizer que esta é para mim uma ocasião emocionante. Tenho muito que agradecer a Deus e a todos aqueles que têm colaborado conosco na tarefa de produzir dias melhores para a coletividade”, refletiu o prefeito Gustavo Nunes.

O chefe do Executivo ainda lembrou o slogan de sua gestão, Cidade do Futuro, para ressaltar que “a despeito dessa conjuntura desafiadora que enfrentamos em relação à saúde pública, temos metas e objetivos ousados a serem cumpridos”, vendo com otimismo a materialização de avanços planejados para os próximos anos.

Corrida no Parque

Concluído o hasteamento da bandeira de Ipatinga na Praça dos Três Poderes, o prefeito e demais autoridades se deslocaram para o Parque Ipanema, onde foi dada a largada, próximo ao hall de entrada do estádio João Lamego Netto, para uma Corrida Simbólica com participação de representantes de diversos segmentos da comunidade. Concluído no viveiro municipal, onde o prefeito Gustavo Nunes recepcionou os corredores, o percurso foi feito em revezamento, no entorno do principal cartão postal da cidade, com o apoio de equipes da fiscalização de trânsito e SAMU, além de batedores da Polícia Militar.

Para retratar a importância do setor industrial e especialmente da Usiminas para o desenvolvimento do município, o primeiro trecho foi cumprido pelo diretor da Usina Intendente Câmara, Helton Muzzi, filho do pioneiro Helvécio Thomaz Martins. A atleta Lucimar Moura, medalhista olímpica na prova de revezamento 4x100m feminino de atletismo na olimpíada de Pequim 2008, fechou a corrida.

Participaram ainda do evento representantes da Associação Nipo-Brasileira de Ipatinga (ANBI), o tradicional Clube Japonês; integrantes do Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, Polícia Civil, Executivo, Legislativo e Judiciário; ACIAPI e CDL; um agente de limpeza pública; um estudante, um idoso e um cadeirante, entre outros.

Minitrio e ‘live’

Com a colaboração do Instituto Usiminas, na parte da tarde a prefeitura vai realizar o “Circuito Comunidade Especial – Aniversário de Ipatinga”, uma intervenção cultural sobre a cidade. Num minitrio que circulará pelos bairros Canaã, Canaãzinho e Bethânia, educadores musicais e performáticos do município se apresentarão aos moradores, mesclando contação de histórias com música, casos e curiosidades da cidade.

A programação será encerrada com uma ‘live’ show na Estação Memória Zeza Souto, com participação de grupos musicais. As apresentações serão gravadas e replicadas nas redes sociais por meio do link https://www.youtube.com/watch?v=AAk-n-09y9A

Bolo de aniversário

Ofertado pela iniciativa privada, o tradicional bolo de aniversário, que nos últimos anos era distribuído aos munícipes em eventos no Parque Ipanema, desta vez está sendo repartido a entidades assistenciais, tendo sido eleitas preferencialmente Instituições de Longa Permanência (ILP) que atendem idosos, além de outras de acolhimento a crianças.

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *