quarta-feira, fevereiro 21, 2024
DestaquesEducação

Volta às aulas em Fabriciano será mesmo no dia 25. Crianças de 0 à 3 anos não estão inclusas

Reunião do Gabinete de Gerenciamento de Crise, na Câmara Municipal, na manhã desta terça-feira (19) – presidida pelo prefeito Dr. Marcos Vinicius e pelo presidente da Câmara,  Adriano Martins

Fabriciano (Foto PCReis) – A celeuma que envolve a volta às aulas em Coronel Fabriciano, com o primeiro anúncio de início para o último dia 4 de maio, e com o recuo do prefeito Dr. Marcos Vinicius, agora ao que parece às aulas serão mesmo reiniciadas no próximo dia 25 de maio. A informação foi confirmada pelo secretário de Governança em Educação, Carlos Alberto Serra Negra, na manhã desta terça-feira (19), na Câmara Municipal, durante reunião do Gabinete de Gerenciamento de Crise, criado para organizar e executar as ações de enfrentamento à pandemia do novo coronavírus.

O secretário admitiu o risco da volta às aulas, mas segundo ele, o município já demonstrou que reúne condições para realizar o retorno dos alunos com o máximo de segurança e obedecendo ao distanciamento social. “Estamos propondo a divisão das turmas. Metade de uma turma que teria aula em um dia, não teria no outro. Seria uma espécie de divisão das turmas por sala de aula”, explicou o Serra Negra, frisando que o dia vago do aluno será preenchido com exercícios (dever de casa), evitando que a criança permaneça ociosa. As crianças de 0 à 3 anos estão dispensadas deste retorno.

O secretário ainda esclareceu que haverá um amplo monitoramento durante duas semanas. “Vamos medir a temperatura dos alunos e professores na entrada dos estabelecimentos de ensino. Qualquer anormalidade, a criança ou os servidores públicos  serão orientados a retornar às suas residências”, disse.

Serra Negra também afirmou que existe um entendimento da Administração, que se os casos do Covid-19 aumentarem na cidade, as aulas serão suspensas imediatamente. “Temos que ariscar. O que não podemos é demitir 342 servidores contratados e criarmos uma nova situação de ordem econômica”, avisou.

 

 

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *