segunda-feira, fevereiro 26, 2024
DestaquesEducação

Unileste abre inscrições para Bolsas de Estudo de até 100%. Confira a agenda de Eventos on-line sobre direitos sociais

Fabriciano – O Centro Universitário Católica do Leste de Minas Gerais (Unileste) oferta bolsas de estudo para os ingressantes do segundo semestre de 2020. Os benefícios variam de 50% a 100% de desconto nas mensalidades, durante toda a graduação, e são ofertados por meio do Programa Bolsa Social de Estudo. As inscrições já estão abertas e poderão ser feitas até o dia 22 de junho no site unileste.catolica.edu.br/portal/bolsas.

O benefício é destinado para estudantes ingressantes (calouros) da graduação no segundo semestre de 2020, modalidade de ensino presencial, que se matricularem no primeiro período do curso, e para estudante regularmente matriculados (graduação) na Instituição. Uma vez concedida a bolsa de estudo, o benefício é válido para todos os períodos subsequentes do curso em que o aluno estiver matriculado, desde que o estudante cumpra exigências legais que vigoram nos editais de renovação, como presença nas aulas e rendimento acima da média de aprovação.

Critérios de Seleção

Dentre os principais critérios de seleção da Bolsa estão: não ser graduado e não ter vínculo acadêmico (ensino superior), mesmo que em outra instituição de ensino; ter renda familiar per capita de até um salário mínimo e meio para os candidatos à bolsa integral de 100%, e de até três salários mínimos para a bolsa parcial de 50%.

Além disso, o candidato não pode participar de outro tipo de benefício público para a educação superior, como por exemplo, o ProUni. E os candidato ingressante deve, até o final do processo de seleção da Bolsa, estar aprovado em uma das modalidades de ingresso do Centro Universitário: Vestibular Digital ou Aproveitamento da Nota do Enem e em processo de matrícula. Os interessados devem ler atentamente o edital, disponível no site, para consultar demais informações e pré-requisitos.

Processo Seletivo

Nesta edição do Vestibular, a Instituição disponibiliza vagas para 17 cursos de graduação nas Escolas de Ciências Sociais e Aplicadas, Educação e Saúde e Politécnica.

Para a segurança dos candidatos e da comunidade acadêmica, em decorrência da pandemia da Covid-19, o Unileste lança o Vestibular Digital, aplicado em ambiente on-line. Após a inscrição eletrônica, o candidato recebe todas as informações e um link para a realização da prova de vestibular. No ambiente virtual, o candidato encontrará todas as orientações, textos de apoio e espaço para fazer uma redação sobre o tema proposto. A prova poderá ser concluída em até 2h após o seu início.

Já os candidatos que se submeteram ao Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), entre 2014 e 2019, poderão optar pela nota do Exame para dispensar a prova do vestibular. Para isso, basta inscrever-se na modalidade ENEM. Para a aprovação, o estudante deverá apresentar pontuação média superior a 450 pontos e não ter zerado a prova de redação.

Acessibilidade financeira

Além da Bolsa Social, o Unileste disponibiliza outras modalidades de bolsas, descontos, financiamentos e parcelamento para facilitar o ingresso do estudante ao ensino superior de qualidade. Para saber mais, acesse: vestibular.unileste.edu.br.

Eventos on-line sobre direitos sociais 

O Centro Universitário Católica do Leste de Minas Gerais (Unileste) realiza eventos on-line, sobre direitos sociais, abertos à toda comunidade. A programação, com o lema #IgualdadeTodosOsDias, tem início nesta quarta-feira (10), e se estende até o final do mês de junho. Relacionamentos abusivos, violência contra a mulher no Vale do Aço e o racismo e diretos humanos serão os temas abordados e debatidos com especialistas convidados e representantes de órgãos oficiais.

Segundo o reitor da Instituição, Dr. Genésio Zeferino, é papel das universidades promover ações de educação social e o debate de temas tão importantes para o pleno exercício do direito, para e por todos. “A intenção é compartilhar experiência e dar luz e voz a assuntos relevantes que precisam ser ressignificados e até mesmo apresentados à sociedade. Alguns desses temas ganharam ainda mais repercussão diante dos últimos acontecimentos no país e no mundo e queremos debater o papel social que cada um de nós temos sobre esses assuntos”, afirma.

 Programação

Toda a programação será realizada, ao vivo, no perfil oficial do Centro Universitário no Instagram (@unilesteoficial).  Nesta quarta-feira (10), às 18h, a primeira programação será sobre “Relacionamento abusivo: uma violência silenciosa”, promovida pelos estudantes do 7º período do curso de Fisioterapia. O encontro, que será mediado pela aluna Maura Carolina, terá a participação da docente do curso de Direito, Maruza Lima. A ação, parte do projeto desenvolvido pelos estudantes da disciplina de Saúde Coletiva, busca levantar a discussão sobre os relacionamentos tóxicos em meio as tradicionais comemorações comerciais do Dia dos Namorados.

Durante o bate-papo, Maruza irá comentar sobre o que é o relacionamento abusivo, o que compõe o conceito, como as vítimas podem identificar que estão vivendo um relacionamento com essas características e também quais atitudes e ações a serem tomadas para que ela possa sair desta situação de violência. Maruza, além de docente do Centro Universitário nas áreas de Direitos Humanos, Direito Civil, Processual Civil e Administrativo-Constitucional, é advogada e mestre em Gestão Integrada do Território, com pesquisa desenvolvida na temática de Empoderamento Juvenil e especialista em Direito Público.

Violência de Gênero

O segundo encontro ocorrerá na próxima terça-feira (16), também às 18h, e apresentará um panorama sobre a “Violência de gênero no Vale do Aço em tempos de pandemia”. A conversa será conduzida pela advogada, professora e pesquisadora do curso de Direito do Unileste, Angélica Bastos, especialista em ciências penais e em gestão de políticas públicas em gênero e raça, mestra e doutora em teoria do Direito.

live contará com a participação da promotora de Justiça de Ipatinga, Marília Bernardes. Na busca pela igualdade de gênero, dados sobre a violência na nossa região, antes e durante a pandemia, e iniciativas que defendem e respeitam os direitos das mulheres, combatendo todo tipo de violência, preconceito e discriminação, também serão abordados na live.

Racismo e Direitos Humanos

Já dia 23 de junho, às 18h, o debate terá foco sobre o “Racismo e Direitos Humanos: para que este debate?”. Segundo a professora do Unileste, Marlene de Araújo, “precisamos discutir o racismo porque ele é aprendido, provoca muitas injustiças e sofrimentos, mas também pode ser desconstruído, e esse é um primeiro passo”, aponta. O debate pretende apresentar o racismo e trazer a importância da educação familiar e escolar para promover ações educativas de combate ao racismo e às discriminações, por meio de consciência política, da história da diversidade e o fortalecimento de identidades e de direitos.

“Aprendemos a ser racista na sociedade, em diferentes instituições e meios. Podemos desconstruí-lo com os debates, os estudos e produção de políticas. O combate e superação do racismo se constituem no coletivo envolvendo a todos nós, independente de origem étnico-racial, crença religiosa e posição política”, afirma a professora e pesquisadora. Marlene é graduada em Pedagoga e mestra e doutora em Educação, com ênfase em Política Educacional, atuando principalmente nos temas de infância, relações étnico-raciais, educação superior, políticas de ações afirmativas e avaliação institucional.

Participação do público

Durante os eventos, o público espectador poderá interagir realizando perguntas sobre os temas para os profissionais participantes das lives. O evento é aberto ao público interessado e para participar basta seguir o perfil do Unileste no Instagram: @unilesteoficial e acompanhar o evento de acordo com a programação. Para saber mais acesse o site unileste.catolica.edu.br.

Igualdade todos os dias

O Unileste, alinhado às diretrizes e políticas institucionais, reitera o compromisso de continuar a caminhada pela igualdade de direitos. Em consonância com este posicionamento, o Centro Universitário mantém o portal unileste.edu.br/igualdadetodososdias onde os usuários podem encontrar ações institucionais e eventos voltados para a promoção e o exercício dos direitos dos cidadãos nas esferas civil, econômica, política e social.

Serviço: Lives Unileste | #IgualdadeTodosOsDias

Relacionamento abusivo: uma violência silenciosa
Data: 10/06 (quarta-feira) | 18h
Local: Instagram Unileste(@unilesteoficial)

Violência de gênero em tempos de pandemia
Data:
 16/06 (terça-feira) | 18h
Local: Instagram Unileste(@unilesteoficial)

Racismo e Direitos Humanos: para que este debate?
Data:
 23/06 (terça-feira) | 18h
Local: Instagram Unileste (@unilesteoficial)

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *