Etanol de carreta que tombou em Ipatinga, poluiu o lago do Parque Ipanema. PMI notificou a empresa

Ipatinga – A Secretaria de Serviços Urbanos e Meio Ambiente (Sesuma) de Ipatinga informa ter autuado com rigor a empresa responsável pela carreta carregada de etanol que se acidentou no Parque Ipanema na última quarta-feira (19), despejando uma carga de 25 mil litros do combustível. Além de ser tombado, com todos os seus equipamentos, ao patrimônio histórico e artístico do município, o Parque é uma área de preservação ambiental.

A autuação se deu porque o etanol que vazou dos compartimentos de carga da carreta, na avenida Roberto Burle Marx, escoou pela rede de drenagem até o lago do Parque. Uma das notificações do poder público exige que a empresa arque com custos de estudos do solo, água e peixes.

“Todas as medidas ambientais em relação ao ocorrido estão sendo tomadas. Foram duas autuações gravíssimas, uma quanto a árvores danificadas e outra relativa à substância orgânica despejada na natureza. Como o álcool etílico acabou chegando ao lago, precisamos saber da qualidade da água e principalmente da condição dos peixes para consumo, uma vez que todos os anos liberamos a pesca para a população no local. De início, não notificamos mortandade de peixes, mas apenas após as análises vamos saber as reais consequências”, disse o titular da Sesuma, Agnaldo Bicalho.

Ainda sobre as notificações, a Administração informou que a empresa responsável pelo transporte do material derramado na área está sujeita a receber multas que podem variar de 501 a 1000 UFPI’s (Unidade Fiscal Padrão de Ipatinga), com valor mínimo de aproximadamente R$ 60 mil, ou serem revertidas em medidas de compensação ao dano.

“De imediato, vale destacar que a empresa já enviou uma equipe técnica, num caminhão dotado de equipamentos, para realizar estudo e medidas de descontaminação de possíveis resíduos que tenham ficado no ambiente. De sua parte, o poder público adotará todas as providências necessárias para garantir a preservação do meio ambiente”, concluiu o secretário.

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *