Dependência Química: Há 10 anos a Comunidade Terapêutica Esperança oferece a recuperação

Timóteo – Com dez anos de fundação, a Comunidade Terapêutica Esperança, instituição filantrópica com sede no  Bairro Petrópolis, no município de Timóteo, Estado de Minas Gerais, trabalha com pessoas adultas, do sexo masculino que desejam colocar em prática a recuperação da dependência de álcool e outras drogas. O objetivo da comunidade esperança é o de “promover a reintegração social das pessoas assistidas”.

Na última semana, a reportagem do JBN foi conhecer de perto o trabalho que vem sendo colocado em prática na nova sede da entidade. Há um ano, a antiga Clirec, de propriedade da Loja Maçônica, cedeu o espaço em regime de comodato para que a Comunidade Terapêutica Esperança prosseguisse com o trabalho iniciado na localidade de Lavrinha, no município de Jaguaraçu. Após este período da pandemia, o local se manterá aberto à visitação.

A comunidade Esperança possui espaços múltiplos com capela, refeitório, dormitórios amplos, vestiários, auditório, ampla área de lazer, horta, cozinha, pomar, tanques de peixes, pocilga, galinheiro, estacionamento e uma imensa área verde. Os internos dividem-se em grupos para manter organizado todo o espaço da comunidade.

ACREDITAR

O vereador Luiz Perdigão é o fundador e presidente de honra da entidade.

Com o presidente de honra da entidade, Luiz Perdigão, apuramos que a Comunidade Terapêutica Esperança acredita no potencial do ser humano para transformar ambientes e a realidade onde vive e que sempre há um modo melhor, mais eficiente de resolver problemas conhecidos. Luiz acredita que a Comunidade Terapêutica seja também um ótimo local para compartilhar conhecimentos.

“Acreditamos que ao reunirmos pessoas diferentes, de diferentes culturas e formações num mesmo ambiente, estamos fomentando a inovação e a criatividade. Acreditamos que a força de vontade e o desejo de construir e melhorar são mais fortes que as dificuldades de aprendizagem; Nós cremos que de alguma forma somos capazes de transformar o mundo”, pontuou Luiz Perdigão, revelando que entre os atuais internos, estão profissionais graduados em variadas áreas.

APOIO CLÍNICO

A Comunidade Terapêutica Esperança conta com um corpo clínico composto por Psicóloga, Assistente Social, Terapeuta Ocupacional. Também conta com coordenador geral, gerente administrativo, secretária, motorista e Monitores que trabalham a disciplina e o programa terapêutico.

Para finalizar, Luiz Perdigão disse que todos os envolvidos no processo de recuperação entendem que o trabalho desenvolvido na Comunidade Esperança tem sido realizado de maneira eficaz, contribuindo para reinserção e mudança de vida das pessoas atendidas. São 2.303 pessoas atendidas desde a nossa fundação. Destas, 407 pessoas concluíram o período integral do tratamento e foram reinseridas novamente na sociedade. Neste período a comunidade em caráter de vaga social, atendeu 784 pessoas.

Compartilhe em suas redes sociais

One thought on “Dependência Química: Há 10 anos a Comunidade Terapêutica Esperança oferece a recuperação

  • 31 de março de 2019 em 17:01
    Permalink

    Boa tarde, já visitei várias comunidades terapêuticas e espero ser está a comunidade que certificarem os como escola sustentavel FAZ!

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *