Com apoio do deputado Enéias Reis, PMI está concluindo 300 apartamentos no Bom Jardim

Ipatinga – Governo federal disponibiliza R$ 4 milhões para obras de acabamento do residencial que começou a ser construído há seis anos. Empresa responsável pelos serviços projeta entrega até o final do ano.

Para felicidade de inúmeras famílias, as obras necessárias à conclusão do Residencial Bom Jardim III, no bairro do mesmo nome, em Ipatinga, foram retomadas nesta terça-feira (16), após uma paralisação que durou cerca de três anos. Trabalhadores da empresa responsável pelos serviços já iniciaram a limpeza do local. A previsão é que os 300 apartamentos do conjunto habitacional possam ser entregues em seis meses. Como antecipado ainda em janeiro pelo prefeito Nardyello Rocha, os recursos – de R$ 4 milhões e 87 mil – foram obtidos junto ao governo federal, por intermédio da Caixa, com o apoio do gabinete do deputado Enéias Reis (PSL-MG).

Uma visita ao canteiro de obras foi realizada nesta terça pelo prefeito de Ipatinga, acompanhado do deputado e outras lideranças políticas e comunitárias. Entre os presentes estavam também os futuros moradores do residencial, que já sonham em passar o próximo Natal dentro dos imóveis.

O deputado federal Enéias Reis e o prefeito Nardyello Rocha vistaram o canteiro de obras

Calvário

Nos termos do programa ‘Minha Casa, Minha Vida’, a construção dos apartamentos foi iniciada em 2014. Contudo, as obras foram suspensas em fevereiro de 2016, em função de denúncias de irregularidades na então Associação Habitacional de Ipatinga (AHI). Diante de entraves que convergiram inclusive para a insolvência da empresa responsável pela edificação, a Caixa Econômica Federal interrompeu a destinação de novos aportes para as moradias. Organizações compostas pelos próprios condôminos passaram a acompanhar o desenvolvimento do projeto, que foi retomado em 2017. A supervisão foi transferida à CRE – Comissão de Representantes do Empreendimento e CAO – Comissão de Acompanhamento de Obras, após denúncias de má gestão e improbidade administrativa que afetaram a AHI. Contudo, ocorreu uma nova paralisação, o que favoreceu até mesmo a depredação das moradias, com o desaparecimento de muitos materiais.

“Foi uma luta muito grande, com vários atores. Temos de agradecer ao deputado Enéias Reis, que abriu as portas em Brasília para que esse sonho de tornasse realidade. No meio de uma pandemia tão séria como esta que estamos vivendo, receber uma notícia de tamanha grandeza é sinal de que ainda somos privilegiados. Eu me lembro que ainda como vereador já cobrava essa obra, e agora, como prefeito, é gratificante poder ver esse empreendimento caminhando para um desfecho feliz. Sem contar que dezenas de empregos também estão sendo gerados para a comunidade, num momento de retração da economia”, lembrou Nardyello.

Expectativa

Ana Amélia, uma das futuras moradoras, não escondia sua felicidade. “Pagar aluguel é muito difícil. Agora, ver os operários voltando a trabalhar aqui, é um sonho sendo realizado. Confesso que cheguei a perder a esperança. Hoje, não dá nem pra descrever a alegria. Já não vejo a hora de poder morar na minha casa nova”, disse.

O Residencial Bom Jardim III é composto por 14 blocos de apartamentos. São dez blocos com 22 apartamentos e mais quatro com 20. A área de cada uma das moradias é de 45 metros quadrados. A construção foi interrompida num estágio de cerca de 85% das obras.

Os 300 apartamentos beneficiam cerca de mil pessoas, de famílias com renda mensal de até R$ 1.800.

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *