Timóteo implanta Projeto BelaIdade. Aula inaugural aborda cuidados prolongados e assistência na velhice.

TIMÓTEO – A Prefeitura de Timóteo realizou a aula inaugural do Projeto BelaIdade na tarde do dia 19, no Auditório Vereador José Paulo Viana (Beijo), no Paço Municipal. O projeto tem como objetivo o aprimoramento e a otimização dos serviços às pessoas idosas nas redes Sistema Único da Assistência Social (SUAS) e Sistema Único de Saúde (SUS) e prevê o avanço nas políticas de Saúde, Educação e Assistência Social.

O prefeito Douglas Willkys lembrou que desde o início da sua gestão foi feito um esforço para não perder o recurso do governo federal que contempla o projeto. “Em julho do ano passado faltavam profissionais no quadro da Assistência Social para serem capacitados pelo projeto, ameaçando o município a fazer a devolução do recurso. Mas nós conseguimos fazer a justificativa junto à Secretaria Nacional de Direitos Humanos”, explicou o prefeito. Ele falou sobre o propósito de institucionalizar a Prefeitura, investindo em seu quadro de funcionários para tornar a cidade uma referência. Trata-se da Escola de Governo e Gestão de Timóteo, projeto que  que visa a qualificação de servidores públicos.

A secretária municipal de Assistência e Desenvolvimento Social, Rosanna Borges Moura, confirmou que serão realizados 37 workshops ministrados pelo Senac, capacitando 720 pessoas. Os treinamentos serão destinados aos servidores das secretarias de  Saúde, Educação, Assistência Social (CRAS  CREAS), Programa Humanizar, pessoas idosas da comunidade e Associação dos Aposentados.

A palestrante Rejane Gomes Oliveira Cardoso, fisioterapeuta e especialista em docência para a Educação Profissional do SENAC, salientou que o perfil das famílias se modificou e o desamparo aos idosos aumentou. “Os filhos estão sendo criados de forma egocêntrica, para ‘receber’ e não retribuir. A cultura do brasileiro não permite que ele pense na velhice. Faltam planejamento e recursos para garantir uma boa velhice e cresce o número de pessoas em asilos”, pontuou a fisioterapeuta.

O Projeto BelaIdade prevê o aperfeiçoamento no atendimento ao idoso, preparo e administração de medicamentos, primeiros socorros e emergência, biossegurança e risco microbiológico, educação financeira, mitos e verdades sobre o envelhecimento, Estatuto do Idoso e Direito da pessoa idosa, entre outros.

 

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *