Nacife sugere mudanças na missão da mulher na política em Audiência Pública

BELO ORIENTE – A presidente da Câmara de Belo Oriente, vereadora Nacife Menezes, fez um apelo às mulheres para que aumentem sua participação na política, exigindo o direito de ser representada e de participar da tomada de decisões. Como convidada, Nacife fez uma palestra para mostrar a difícil missão da mulher na política, durante a Audiência Pública que nomeou a Comissão Permanente Legislativa dos Direitos da Mulher na Câmara Municipal de Santana do Paraíso. A audiência, realizada quinta-feira (8), Dia Internacional da Mulher, foi coordenada pela vereadora Cláudia Lage e contou ainda com a participação da prefeita de Santana do Paraíso, Luíza Teixeira de Melo, além de outros políticos, pastores, delegados e empresários.

Nacife Menezes criticou o fato das mulheres ainda serem minoria em vários critérios de representação política. “A luta das mulheres pelo espaço na política ainda é desigual. Somos mais da metade dos eleitores no Brasil, porém menos de 10% das cadeiras são ocupadas por parlamentares do sexo feminino. Se quisermos ter pautas relacionadas aos direitos das mulheres apresentadas e apreciadas pelas câmaras legislativas devemos ocupar este espaço político. Portanto, vamos fazer valer as regras que já existem e garantir mais espaço. Afinal, lugar de mulher é onde ela quiser”, afirmou. Para ela, além de trabalhar mais em casa, estudar mais e, ainda assim, receber salários menores, é possível dimensionar o tamanho do abismo que separa as mulheres dos homens na política.

A vereadora Nacife Menezes destacou que a participação ampla e efetiva das mulheres na política é essencial para melhorar todos os outros índices de desigualdade. “Os altos índices de violência contra a mulher, por exemplo, estão diretamente ligados ao baixo número de representantes femininas formulando políticas públicas para o enfrentamento deste problema. Os partidos políticos são a principal barreira para uma maior inserção da mulher na política, já que são instituições muito fechadas e ignoram os avanços que as mulheres já fizeram na sociedade. Além de cuidar das nossas famílias, exercemos atividades políticas nos bairros, nas ONGs, na sociedade civil de um modo geral e, mesmo assim, continuamos sendo brecadas no sistema político. Muitas desistem no meio do caminho, mas é preciso ter perseverança e acreditar que a mudança depende de nós”, lembrou.

Homenagens

No Dia da Mulher, Nacife Menezes e as funcionárias da Câmara de Belo Oriente receberam homenagens, flores e orações de membros da Sociedade Auxiliadora Feminina da Igreja Presbiteriana e do Centro de Atenção Psicossocial (Cap´s), ambos de Belo Oriente. O gabinete da presidente da Câmara de Belo Oriente também foi representado durante a ação social em homenagem as mulheres, realizada pela Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria de Assistência Social.

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *