Eclipse total da lua. Um espetáculo da natureza nesta sexta-feira

REDAÇÃO – O céu na noite desta sexta-feira (27) promoveu um espetáculo da natureza: o eclipse total da lua. Desta vez, o fenômeno tornou-se mais raro pois foi o mais longo do século e com melhor visibilidade a olho nu. Além disso, a lua recebeu uma iluminação laranja avermelhado, que ganhou o nome de “Lua de Sangue”.

O sol, a terra e a lua se alinharam, nesta ordem, e o planeta fez sombra sobre a última, diminuindo ou até mesmo impedindo a iluminação da lua. O evento durou aproximadamente duas horas.

Explicando sobre a cor da lua, a Agência Espacial Brasileira explicou a razão das cores. “O vermelho depende da quantidade de poluição suspensa na atmosfera, que pode ser partícula de pó lançada por vulcões. Quando atividade vulcânica aumenta, ela fica mais vermelha. Quando isso não acontece, ela continua no tom mais alaranjado”, disse o tecnologista da Ademir Xavier.

A lua nasceu em horários diferentes nas cidades brasileiras, começando no litoral. Segundo a Sociedade Astronômica Brasileira, entre as capitais a primeira foi Recife (17h15), seguida por Vitória (17h18), Natal (17h19), Salvador (17h22), Rio de Janeiro (17h26) e Belo Horizonte (17h34). A visibilidade total se deu em apenas parte do país, nas regiões Sul, Sudeste e Nordeste.

Segundo o professor do Instituto de Física da Universidade de Brasília (UnB), Paulo Eduardo de Brito, o efeito laranja avermelhado não foi visível em todos os pontos do Brasil, mas apenas para as cidades mais próximas do litoral.

A Nasa transmitiu o eclipse lunar. 

Confira fotos pelo mundo:

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *