COMPROVAÇÃO DE VIDA: Prefeitura de Ipatinga convoca 2.200 aposentados que recebem complementação

IPATINGA – O Departamento de Administração e Recursos Humanos (Dearh) da Prefeitura de Ipatinga está convocando os 2.200 aposentados que recebem complementação de aposentadoria pelo município a comparecerem, a partir de segunda-feira (10 de setembro), no 3º andar do prédio da administração, de 12h às 17h. O objetivo é fazerem a Comprovação de Vida, que subsidia o pagamento de valores devidos a cada um. Os inativos devem estar munidos de cópias e originais do último extrato do INSS, comprovante de endereço, carteira de identidade e CPF. O prazo para a constatação vai até o dia 10 de outubro.

A prova de vida é uma exigência do governo federal para que os aposentados e pensionistas recebam a aposentadoria. Ela é necessária para todos os brasileiros que recebem por conta corrente, poupança ou cartão magnético. No caso de Ipatinga, a atualização se faz necessária principalmente porque os servidores inativos ficaram por dois anos sem receber a complementação e um ano fora da folha de pagamento.

Social

Antes de fazer a Comprovação de Vida, o aposentado deve realizar a Consulta da Qualificação Cadastral (no sitewww.portal.esocial.gov.br) para verificar se não há inconsistência de dados entre os órgãos e entidades do governo federal: Secretaria da Receita Federal do Brasil, Caixa Econômica Federal, INSS e Ministério do Trabalho. Nos casos de divergências nos dados informados, o site vai apresentar as orientações para que se proceda à correção.

Se houver contradição relativa ao CPF (situação “suspenso”, “nulo” ou “cancelado”, nome ou data de nascimento divergente) o sistema irá apresentar a mensagem orientando onde deverá ser requisitada a alteração dos dados.

Já no caso de divergências relativas ao NIS (CPF ou data de nascimento) o usuário deverá estar atento, pois a orientação será fornecida de acordo com o ente responsável pelo cadastro (INSS, Caixa ou Banco do Brasil). O mesmo procedimento deve ser realizado pelo pensionista.

Bloqueio

O processo é necessário, já que a partir de janeiro os órgãos municipais também irão fazer parte do e Social, um sistema de registro elaborado pelo Governo Federal para facilitar a administração de informações relativas aos servidores. O aposentado que não fizer a consulta e a Comprovação de Vida poderá ter bloqueada a complementação que é paga pela prefeitura.

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *