Cerca de 400 mulheres compareceram às Unidades Básicas de Saúde para fazer o exame preventivo

IPATINGA – Cerca de 400 mulheres compareceram às Unidades Básicas de Saúde (UBS’s) de Ipatinga, no último sábado (20), para fazer o exame preventivo oferecido pela Prefeitura. O mutirão fez parte da programação do ‘Outubro Rosa’ elaborada pela Secretaria Municipal de Saúde (SME). Do início do mês até agora foram cerca de 1.200 exames. Além dos preventivos, foram oferecidos ainda o teste rápido para a identificação de Sífilis, HIV, Hepatites B e C.

A secretária de Saúde, Érica Dias Souza Lopes, considerou o número bastante satisfatório, tendo em vista que o município ofereceu somente para um único dia um total de 550 exames. “Foi um sábado em que nove unidades de saúde ficaram abertas para receber estas mulheres. Embora não tenhamos atingido o número absoluto de exames ou 100% do número projetado, temos que comemorar. Lembramos que no decorrer deste mês ainda estaremos realizando os exames já agendados”, disse.

“Papanicolau”

O exame preventivo ou “Papanicolau” é a principal estratégia para detectar lesões precocemente e fazer o diagnóstico da doença bem no início, antes que a mulher tenha sintomas. Pode ser feito em postos ou unidades de saúde da rede pública que tenham profissionais capacitados. “A realização periódica permite que o diagnóstico seja feito cedo e reduza a mortalidade por câncer do colo do útero”, complementa Érica.

O exame preventivo é indolor, simples e rápido. Para garantir um resultado correto, a mulher não deve ter relações sexuais (mesmo com camisinha) nos dois dias anteriores ao exame, evitar também o uso de duchas, medicamentos vaginais e anticoncepcionais locais nas 48 horas anteriores à realização do exame. É importante também que não esteja menstruada, porque a presença de sangue pode alterar o resultado.

Mamografia

Dentro das ações preventivas de combate ao câncer de mama, o governo municipal disponibilizou 1.000 exames de mamografia para atender uma demanda reprimida existente no município. Até esta terça-feira (23) já haviam sido feitos 926 agendamentos. “Existia na rede de saúde do município uma fila extensa de mulheres esperando para fazer a mamografia desde 2017, e todas elas já estão com os exames agendados. Iremos atender a um total de 1.236 somente no mês de outubro, contando com aquela cota já prevista para o mês”, observou o prefeito Nardyello Rocha.

Segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA), o câncer de mama é o segundo mais recorrente e o que mais causa a morte de mulheres no país. A detecção precoce é a chave para o tratamento bem-sucedido e a mamografia é a melhor forma de descobrir o câncer de mama antes que seja detectável pelo exame clínico.

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *