Impasse em Ipatinga: Ato de posse do novo prefeito é questionado na Justiça Eleitoral

IPATINGA – Desde a última segunda-feira (9) perdura um impasse em Ipatinga, quando a assinatura da ata de posse do vice-prefeito Jésus Nascimento, após renúncia do prefeito Sebastião Quintão na última sexta-feira (6). Pelo que informou o presidente da Câmara Municipal, vereador Nardyello Rocha, até o presente momento, não existe um termo de posse assinado pelo vice-prefeito, que está substituto do ex-prefeito Sebastião Quintão.

“Quero preservar o parlamento no que diz a Lei Orgânica”, disse o presidente Nardyello Rocha.

Visando colocar em prática o que diz a Lei Orgânica Municipal, o presidente da Câmara Municipal, vereador Nardyello Rocha, determinou a um servidor do Legislativo que fosse até a prefeitura para coletar a assinatura de Jésus Nascimento, agora como prefeito, no livro de posse.  “O funcionário retornou a Câmara informando que o prefeito se negou assinar o livro alegando não haver necessidade”, disse Nardyello.

Com a negativa do prefeito Jésus Nascimento, segundo informações de Nardyello Rocha, foi determinado nesta terça-feira (10) a secretaria da Câmara Municipal, que tomasse todas as providências para enviar à Justiça Eleitoral da Comarca de Ipatinga, um questionamento quanto à legalidade do ato de posse do prefeito. “Não queremos fazer retaliação, estamos apenas preservando o nosso parlamento”, disse o presidente da Câmara.

 Conforme Nardyello, a partir de então, a Câmara Municipal aguardará uma decisão da Justiça Eleitoral quanto à necessidade ou não da assinatura do prefeito empossado no livro de posse. “Estamos cumprindo a Lei Orgânica e aguardando o que determinar a Juiz Eleitoral”, frisou o presidente.

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *